Odebrecht está perto de dar calote bilionário em credores internacionais

Odebrecht está perto de dar calote bilionário em credores internacionais

Sem comentar os valores, Odebrecht diz que “segue em negociações construtivas” com os credores, e que ainda mantém contratos com a Petrobras

A Odebrecht trava, sem alarde, uma batalha com credores internacionais, que temem um calote bilionário de uma subsidiária do grupo. Investidores que emprestaram dinheiro à Odebrecht Óleo e Gás agora pressionam por uma renegociação da dívida. O problema é que, em dezembro, a empresa já não cumpriu o prazo para substituir um contrato de sonda rescindido pela Petrobras, gerando dúvidas sobre sua capacidade de honrar empréstimos que, juntos, somam cerca de US$ 5 bilhões, informou a “Folha de S. Paulo”.

Sem comentar os valores, Odebrecht diz que “segue em negociações construtivas” com os credores e que ainda mantém contratos com a Petrobras. A estatal não respondeu, segundo a “Folha”.

Para completar, a agência de risco Fitch colocou uma das controladas da Odebrecht Oléo e Gás entre as dez empresas mais problemáticas da América Latina e aponta risco de calote. Afirmou, também, que a Petrobras deve renegociar mais contratos de sondas.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *