Operação Vereda investiga policiais civis acusados de praticar extorsões 

Operação Vereda investiga policiais civis acusados de praticar extorsões
   Cerca de 50 policiais federais dão cumprimento a 16 mandados de prisão preventiva, dois mandados de busca e apreensão e quatro ordens de…

9:59 |Comunicação Social da PF no Ceará |2018JUL28| 

Fortaleza/CE – A Polícia Federal deflagrou hoje ( 27/7) a segunda fase da Operação Vereda, para desarticular organização criminosa formada por policiais civis lotados na Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas – DCTD, em Fortaleza/CE, indiciados  por extorsões a investigado envolvido em esquema ilegal de venda de anabolizantes trazidos da Europa.

Cerca de 50 policiais federais dão cumprimento a 16 mandados de prisão preventiva, dois mandados de busca e apreensão e quatro ordens de afastamento das funções, em Fortaleza, Caucaia/CE e Belém/PA. Os mandados judiciais foram expedidos pela 32ª Vara Federal Criminal da Seção Judiciária do Ceará, após a conclusão do inquérito policial e recebimento da denúncia.

A investigação teve início a partir de apuração sobre a comercialização ilegal de anabolizantes provenientes da Europa. Foi constatada a participação de policiais civis em extorsões praticadas contra o principal investigado, culminando na revelação de fortes indícios de cometimento de outros crimes.

Os acusados foram indiciados e denunciados, na medida de suas participações, por extorsão, roubo, receptação tortura, organização criminosa, embaraço à investigação de organização criminosa, tráfico de drogas, abuso de autoridade, usurpação da função pública, favorecimento pessoal e violação de domicílio.

* A operação foi batizada de “Vereda” em alusão ao livre arbítrio que levou os integrantes da quadrilha, à sombra da condição policial, para a prática delitiva de crimes diversos.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *