Outubro Rosa encerra-se com palestra na Câmara Municipal

Outubro Rosa encerra-se com palestra na Câmara Municipal
Cristiano Guidoline fez uma demonstração do autoexame utilizando próteses de mamas com e sem nódulos

18.56| 31OUT2016
Imprensa CMA

O Outubro Rosa termina hoje (31), mas a prevenção deve continuar em novembro, dezembro, e ao longo de todo o ano. Essa foi a mensagem principal divulgada na palestra “As Causas e a Prevenção do Câncer de Mama”, realizada nesta segunda-feira no Plenário da Câmara Municipal para encerrar a campanha de conscientização sobre a doença.

O evento, organizado pela vereadora Geani Trevisóli (DEM), reuniu Regina Chediek, presidente do Conselho Municipal de Direitos da Mulher, a enfermeira e professora da Unip Martina Ortiz Florenciano e os estudantes do último ano de Enfermagem Meire Clotilde Conçane e Cristiano Luiz Lima Guidoline, ambos também da UNIP, para alertar e esclarecer o público sobre vários aspectos da prevenção.

“Temos a melhor tecnologia de prevenção na ponta dos dedos”, observou Martina Ortiz, referindo-se ao autoexame. “É importante que a mulher faça o autoexame todos os meses para conhecer a própria mama e notar rapidamente qualquer irregularidade. E os homens também devem fazê-lo”, apontou Meire Conçane que, após perder a mãe para a doença, resolveu estudá-la mais a fundo. A estudante do último ano escolheu o câncer de mama como tema de seu Trabalho de Conclusão de Curso. “O exame deve ser feito mensalmente, no 15º dia após a menstruação”, completou.

Cristiano Guidoline fez uma demonstração do autoexame utilizando próteses de mamas com e sem nódulos. “Antigamente, um diagnóstico de câncer de mama equivalia a um atestado de óbito. Agora não é assim. Com a tecnologia e a prevenção, a cura está praticamente ao alcance de todos. Mesmo assim, e apesar das campanhas informativas, muitas mulheres ainda não fazem o autoexame”, ressalvou. Ele lembrou que o câncer de mama é o tipo de câncer com maior incidência entre as mulheres. Entre os fatores de risco, estão obesidade, bebidas alcoólicas, terapia de reposição hormonal, menarca precoce, menopausa tardia, gravidez após os 30 anos e não ter tido filho.

A vereadora Geani Trevisóli enfatizou a importância da prevenção para a saúde. “As mulheres tendem a correr muito, com filhos, marido, casa, trabalho, e esquecem de se cuidar. Mas o assunto é muito sério, leva à morte”, alertou. “A nossa intenção, ao organizar esse bate-papo, foi lembrar as mulheres de que a prevenção pode evitar a morte e muitas situações de sofrimento. Vamos nos cuidar, vamos nos amar”, concluiu.

Participaram do encontro representantes do grupo Chá de Lenço Único e o presidente da Câmara Municipal Elias Chediek.

idnews-usa_portal

 

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *