Palácio dos Bandeirantes recebe proposta para trem turístico em Araraquara

Palácio dos Bandeirantes recebe proposta para trem turístico em Araraquara  
Parcerias público-privadas são necessárias para investimentos em projetos turísticos no Estado de São Paulo
14:54| 03/06/2016
Trem Turístico

O Estado de São Paulo tem apoiado iniciativas para implantação de equipamentos turísticos no interior paulista e até 2018 estará ampliada a frota de trens turísticos a serem ativadas nas ferrovias paulistas como legado de equipamentos turísticos considerados atratores permanentes que caracterizam localidades urbanas e rurais para a promoção e desenvolvimento de novos atrativos turísticos locais ainda isolados que necessitam de agrupamento com infraestrutura pública para inserção na cadeia produtiva do setor que não para de crescer no mundo, ampliando-se possibilidades de rotas, roteiros e de circuitos como novas descobertas a serem atribuídas ao Turismo brasileiro.

De reconhecimento público e notório, o papel do Governo é promover e apoiar iniciativas que incentivam ações desenvolvimentistas, o que tem feito o governador Geraldo Alckmin. Considerando as muitas dificuldades financeiras enfrentadas pelas prefeituras municipais na atual conjuntura do país, o que há de se fazer é orientar projetos com parcerias público-privadas. O momento do câmbio favorece atrair capital estrangeiro para o Estado de São Paulo.

Enquanto ferramenta pública, o Estado deve prover os municípios de instrumentos legais para atrair investimentos aos municípios para gerar empregos e renda, através de parcerias público-privadas balizadas pelos gestores municipais de órgãos públicos, como é o caso de contrapartidas público-privadas com cessão de próprios públicos, terrenos, descontos em impostos, entre outras possibilidades legais para solução de demandas públicas e poder governar. Parceria público-privada é o contrato pelo qual o parceiro privado assume o compromisso de disponibilizar para a administração pública ou comunidade certa utilidade mensurável mediante a operação e manutenção de uma obra por ele previamente projetada, financiada e construída.

Junto ao governador Geraldo Alckmin, o deputado João Camarez subsecretariando para assuntos parlamentares estaduais, recebeu em 2 de junho, no Palácio dos Bandeirantes, o publicitário Théo Bratfisch, presidente da ABATur – Associação de Bueno de Andrada para Cultura e Turismo Rural e participaram da produtiva agenda, o presidente da Câmara Municipal de Araraquara, vereador Elias Chediek, o gestor municipal Carlos Delbon e o deputado federal Vanderlei Macris se representou através do assessor paulista, Vando de Oliveira.

Na ocasião, o presidente da Câmara, apresentou o projeto Parque dos Trilhos para ocupação do orla ferroviária em área central do município e o presidente da ABATur apresentou o projeto para implantação do trem turístico interligando a área urbana e a área rural, quando também comentou a proposta para implantar o Museu da Roça em Bueno de Andrada, como o primeiro museu regional do homem do campo em meio rural, enfatizando os tombamentos de bens materiais e imateriais como patrimônio histórico-cultural e arquitetônico a serem atribuídos ao pequeno distrito rural com vila urbanizada como equipamentos turísticos atratores, entre outras ações que estão sendo realizadas em parcerias com entidades e instituições, como o projeto de estruturação da cadeia produtiva do turismo rural na região de Araraquara com iniciativa do Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Empresas e o Senar – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, a ser implantado entre 2016 a 2018, que inclui identificar atrativos turísticos em potencial comercial, capacitação, treinamento e gestão de negócios turísticos no meio rural para pequenos agricultores com foco na agricultura familiar com engajamento da Fundação Itesp – Instituto de Terras do Estado de São Paulo, dentre outros parceiros participantes da cadeia produtiva do setor de Turismo.

As proposituras aos projetos apresentados pela ABATur deverão ser anexadas ao plano diretor de turismo do município, a ser submetido para aval do Comtur – Conselho Municipal de Turismo e da Câmara Municipal de Araraquara para providências junto a Secretaria de Estado do Turismo que classifica Araraquara como município de interesse turístico paulista que significa receber recursos anuais até R$ 600 mil para investimentos nos projetos municipais propostos para doze modalidades turísticas em potencial que Araraquara contempla.

Nas próximas semanas, uma comitiva de empresários estrangeiros deverá fazer uma visita oficial ao município para estudos de investimentos aos projetos sugeridos no Palácio dos Bandeirantes.
Na foto, Carlos Delbon, Elias Chediek, João Camarez, Théo Bratfisch e Vando de Oliveira em agenda no Palácio dos Bandeirantes

Por: Théo Bratfisch

IDNews-Usa_Portal

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *