Pedreiro mata colega a marretadas e diz que foi em defesa própria

Pedreiro mata colega a marretadas e diz que foi em defesa própria
Suspeito, de 47 anos, confessou o crime e foi preso

8:15 |BERTIOGA/SP | 2018JUN01 | 

Um pedreiro foi preso após matar um colega de trabalho, azulejista, a marretadas. O crime ocorreu na madrugada desta quinta-feira (31), em Bertioga, no litoral de São Paulo. Paulo Rodrigues Lopes, de 47 anos, confessou o crime. Ele morava e trabalhava junto com a vítima.

De acordo com o G1, a policia foi acionada de forma anônima para apurar, em um primeiro momento, uma ocorrência de lesão corporal. Paulo estava sentado na calçada quando os agentes chegaram à casa em que os dois moravam.

Dentro da residência, os PMs encontraram Alessandro Alexandre de Souza, de 38 anos, com ferimentos graves na cabeça. Ele chegou a ser socorrido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda no local do crime, os policiais encontraram uma marreta com manchas de sange. O suspeito confessou o crime, mas alegou legítima defesa, dizendo que a ferramenta foi arremessada contra ele pelo azulejista durante uma briga. Paulo disse ainda que as agressões eram constantes.

O caso foi registrado como homicídio simples. O pedreiro permanece preso e à disposição da Justiça.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *