Pesquisa do CDMF realiza pela primeira vez síntese eficiente do Tungstato de bismuto

Pesquisa do CDMF realiza pela primeira vez síntese eficiente do Tungstato de bismuto

| IDNews® | Brasil | José Angelo Santilli

Trabalho foi publicado em periódico do Grupo Nature

IDN – Pesquisas – UNESP

O pesquisador Ivo Pinatti, pós-doutorando na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp) e integrante do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF), é um dos autores do artigo “Femtosecond-laser-irradiation-induced structural organization and crystallinity of Bi2WO6”, publicado recentemente no periódico Scientific Reports do grupo Nature.

O trabalho mostrou pela primeira vez a síntese eficiente do Bi2WO6 (Tungstato de bismuto) utilizando o método hidrotermal assistido por micro onda e, em seguida, a irradiação com laserfemtosegundo, processo responsável pela total cristalização do Bi2WO6.

O Tungstato de bismuto é um semicondutor metálico que pode apresentar diferentes morfologias, e consequentemente, diferentes aplicações, dependendo principalmente do método de síntese utilizado. “O propósito da pesquisa foi obter o Bi2WO6 cristalino, com morfologia definida e características apropriadas para ser utilizado como fotocatalisador na degradação de compostos nocivos para a saúde”, explica Pinatti.

Dentre os vários métodos de síntese existentes, o pesquisador destaca que o método hidrotermal assistido por micro onda é rápido, barato e muito eficiente para obter materiais com morfologias novas e controladas, sendo considerado uma forma ambientalmente correta e eficiente para alcançar novos materiais.

“Durante nosso trabalho, apesar da obtenção do material puro, sem contaminantes ou fases indesejadas, ele ainda se apresentou de forma pouco cristalina. A utilização do laser em femtosegundo foi o que permitiu a completa cristalização deste semicondutor”, revela.

De acordo com o pesquisador as técnicas de caracterização experimentais foram utilizadas para confirmar a ordem deste semicondutor a curta, média e longa distância, e cálculos teóricos realizados corroboraram os resultados experimentais.

Pinatti ainda acrescenta que o uso do laser femtosegundo promoveu o crescimento de partículas de bismuto metálico no material, fenômeno que será estudado em função de possíveis novas aplicações e/ou aprimoramento das já existentes.

Como etapas futuras do trabalho, o Bi2WO6será testado na degradação de corantes e fármacos, e, posteriormente, em relação à sua potencial ação bactericida e fungicida.

Os outros autores do artigo são Amanda F. Gouveia, C. Doñate-Buendía, Gladys Mínguez-Vega, Juan Andrés e Elson Longo.

CDMF

O CDMF é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), e recebe também investimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a partir do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Materiais em Nanotecnologia (INCTMN).

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *