Pesquisador do CDMF é selecionado em edital do Instituto Serrapilheira 

Pesquisador do CDMF é selecionado em edital do Instituto Serrapilheira
   As pessoas selecionadas participarão de evento que acontece dos dias 4 a 7 de setembro no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, a partir do…

10:36 |ID NewsJosé A. Santilli |2018AGO07|

Instituto Serrapilheira – instituição privada criada em 2017 para o fomento à Ciência – compartilhou no dia 1º de agosto o resultado do processo seletivo para o seu primeiro programa de apoio à divulgação científica, o Camp Serrapilheira. Foram 871 propostas encaminhadas, das quais 50 foram selecionadas, dentre elas projeto encaminhado pelo Coordenador de Educação e Difusão do Conhecimento do CDMF, Adilson de Oliveira, que é também Coordenador Geral do Laboratório Aberto de Interatividade para a Disseminação do Conhecimento Científico e Tecnológico (LAbI) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

As pessoas selecionadas participarão de evento que acontece dos dias 4 a 7 de setembro no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, a partir do qual serão selecionados projetos para a segunda fase do Camp Serrapilheira, que financiará abordagens inovadoras de disseminação do conhecimento. O objetivo do programa é justamente identificar iniciativas que proponham abordagens inovadoras de assuntos pertinentes à Ciência, que busquem incentivar a formação científica de jovens brasileiros e formar pessoas capazes de analisar evidências e compreender o método científico. “Será uma oportunidade de compartilhar a experiência que acumulamos e, também, nos inspirar no contato com outras iniciativas. Ficamos satisfeitos com o reconhecimento daquilo que vimos desenvolvendo nesta que é, inclusive, uma das principais missões do CDMF: a difusão, juntamente à pesquisa e à inovação”, avalia o pesquisador.

Araraquara ganha espaço diferenciado de coworking Espaço Coworking Araraquara é ideal para startups, autônomos e empresas que procuram uma infraestrutura completa para realizar suas atividades No dia 8 de agosto, a Coworking Araraquara inaugura seu primeiro empreendimento na cidade. O prédio de dois andares, com mais de 300m², possui 16 estações de trabalho (mesas individuais com armário), três salas privativas, duas salas de reunião, uma sala de treinamento, ambiente externo para descanso, cozinha completa compartilhada, recepção e banheiros. "Trouxemos para Araraquara uma infraestrutura completa para oferecer aos clientes um novo conceito de escritório compartilhado, que tem como proposta a redução de custos, o aumento de produtividade e a possibilidade de fazer networking", destaca Lênin de Matos Silva, sócio administrador da empresa. O executivo explica que a ideia de investir em um espaço de coworking na cidade surgiu da própria necessidade. "Quando eu e minha sócia decidimos que queríamos diversificar nossos clientes e depois de muita procura não encontramos um escritório que se encaixasse às nossas expectativas, idealizamos o Coworking Araraquara", conta Lênin. A perspectiva com o novo negócio é atrair startups, profissionais autônomos, pequenas, médias e grandes empresas que buscam um local adequado e tranquilo para a prática de suas atividades. Entre os principais diferenciais da empresa, estão à infraestrutura planejada para um ambiente de coworking, a flexibilidade de planos e contratos, que podem ser fechados por hora, diário ou mensal, a capacidade de atender até 75 pessoas ao mesmo tempo, além de um espaço climatizado, acessível às pessoas portadoras de necessidades especiais e um local que foi construído pensando na sustentabilidade ambiental, que utiliza, por exemplo, água de chuva nos vasos sanitários e torneiras que não requerem água potável. Todos os espaços são mobiliados com mesas, cadeiras e armários. "O objetivo é que os coworkers sintam-se confortáveis para produzir e que sua única preocupação será realmente o trabalho", diz Lênin. Telefonia, internet, contas de luz e água, IPTU, limpeza, jardinagem, manutenção predial, monitoramento e sistema de alarme são obrigações dos administradores. O mercado de coworkings De acordo com o Censo Coworking Brasil, entre 2016 e 2017, houve um aumento de 114% no número de espaços de coworking no país. Para Matos Silva, esse crescimento é um reflexo direto do fluxo cada vez maior de empresas e empresários autônomos de escritórios convencionais para ambientes de coworking ao compartilharem espaços de trabalho. O Censo 2018 está para ser lançado e o setor espera outro crescimento no mercado. Para quem quiser conhecer o Coworking Araraquara, é só se dirigir a Rua Gonçalves Dias, nº 2367, no Jardim Primavera, em horário comercial. Mais informações pelo site www.coworkingararaquara.com.br.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *