PGR tem documentos que comprovam conhecimento de Dilma sobre Pasadena

PGR tem documentos que comprovam conhecimento de Dilma sobre Pasadena  
Em uma das mensagens, há a informação de que “a ministra” já estava ciente dos arranjos dos advogados, em referência a Dilma Rousseff, à época ministra de Minas e Energia
12:25| 03/06/2016
Passadena

A Procuradoria-Geral da República já está em posse de documentos que comprovam que a presidente afastada, Dilma Rousseff, tinha conhecimento do teor das negociações envolvendo interesses políticos na compra da refinaria de Pasadena, antes da reunião do Conselho de Administração da Petrobras que aprovou o negócio.

Segundo informações do blog de Merval Pereira no jornal O Globo, os responsáveis pela aprovação do negócio de Pasadena trocavam mensagens em uma rede de e-mails do Gmail que não era rastreável, já que as mensagens ficavam em uma nuvem de dados.

Em uma das mensagens, há a informação de que “a ministra” já estava ciente dos arranjos dos advogados, em referência a Dilma Rousseff, à época ministra de Minas e Energia.

De acordo com a publicação, há também informações sobre pagamentos de itens pessoais da presidente pelo esquema montado na Petrobras, como o cabeleireiro Celso Kamura, que viajava para Brasília às custas do grupo. Cada ida de Kamura custava R$ 5 mil.

 

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *