Pinheirinho terá praça e piscinas adaptadas para crianças com deficiência  

No lançamento da obra, Câmara de Araraquara foi representada pela vice-presidenta, Thainara Faria (PT), ao lado do presidente, Aluisio Boi (MDB), e mais quatro vereadores


Uma referência para outras cidades e um importante passo para a inclusão. Assim, a vice-presidenta da Câmara Municipal de Araraquara, Thainara Faria (PT), definiu as obras para construção da Praça Inclusiva e da adaptação das piscinas, no Parque Pinheirinho. O evento de assinatura da Ordem de Serviço ocorreu no parque, na manhã de terça-feira (25), com a presença ainda do presidente do Legislativo Municipal, Aluisio Boi (MDB); do segundo secretário da Mesa Diretora, Lucas Grecco (PSL); e dos vereadores Emanoel Sponton (Progressistas), Fabi Virgílio (PT) e Paulo Landim (PT).

Para Thainara, as crianças que usufruírem deste espaço colecionarão memórias importantes para o seu desenvolvimento. “Nós precisamos parar de olhar apenas para as nossas necessidades e, como irmãos, agir e trabalhar para que todas as necessidades sejam atendidas integralmente”, acrescentou. Na avaliação de Aluisio Boi, trata-se de uma verdadeira inclusão. “O que vemos hoje aqui é algo muito forte, um projeto muito bonito. Espero, em breve, que a obra seja concluída para que haja a verdadeira inclusão na nossa cidade”.

A obra foi eleita pela população na plenária temática de pessoas com deficiência do Orçamento Participativo (OP). Para Roseli de Fátima Santana, é uma conquista de todas as mães, não apenas das Mães Guerreiras, grupo que administra, formado por famílias com crianças com deficiência. “Quantas vezes, vínhamos ao Parque Infantil e escondíamos as lágrimas atrás dos óculos escuros porque não tinha um lugar para minha filha brincar. Agora todas as crianças poderão se divertir juntas”, celebrou.

Um projeto que não começou hoje, como salientou a assessora de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência, Débora Felix: “Este sonho começou há muito tempo e é muito importante para mim, como pessoa. Todo mundo que nasceu ou vive em Araraquara tem uma história especial com o Pinheirinho. Espero que a sociedade use de verdade este espaço”.

Sobre o projeto 

A secretária municipal do Desenvolvimento Urbano, Sálua Kairuz Manoel Poleto, explicou o projeto. Segundo ela, a localização – ao lado da pista de skate – foi pensada de forma a favorecer a acessibilidade, que será garantida por rampas de acesso. O vestiário será ampliado com mais dois banheiros adaptados e as piscinas serão adaptadas com rampa, escada e possibilidade até de um pequeno elevador. A Praça Inclusiva contará com carrossel, gangorra, balanço e outros brinquedos adaptados, além de um painel interativo para tiro ao alvo ou escalada.

O prefeito Edinho Silva (PT) ressaltou a simbologia e importância da obra. “Durante a plenária, as Mães Guerreiras fizeram uma reivindicação tão óbvia, tão simples, mas tão revolucionária: que as crianças com deficiência tivessem o direito de ir ao Parque Pinheirinho brincar”, afirmou.

Orçado em R$ 1.284.887,54, o serviço será custeado com recursos provenientes do contrato firmado entre a Prefeitura e a Caixa Econômica Federal, por meio do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa).

| IDNews® | Brasil | Assessoria de Imprensa | Câmara Municipal de Araraquara

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.