Planalto defende renuncia de Temer após atitude golpista

Planalto defende renuncia de Temer após atitude golpista, num tom diferente do que vem adotando, Jacques Wagner disse que conspiradores não merecem educação

O ministro chefe do gabinete pessoal da presidente Dilma Rousseff, Jacques Wagner, disse que, passada a votação do impeachment na Câmara e Dilma permanecendo no Poder, o vice deveria renunciar ao cargo para ser coerente com sua “atitude golpista”. De acordo com informações do O Globo, num tom diferente do que vem adotando, Wagner disse que conspiradores não merecem educação.

Segundo o ministro, Dilma ficou “perplexa” e recebeu com tristeza o discurso feito por Temer. Ainda de acordo com Jacques Wagner, “a fala de Temer rasga uma fantasia de patrocinador e maior beneficiário neste golpe. Pode ficar desmentido no domingo e um pouco sem saída e deveria renunciar depois de assumir a conspiração. O clima é insustentável”, afirmou.

Michel Temer disse, depois do vazamento, que ele cometeu um equívoco ao tentar enviar o áudio a um amigo e, sem querer, encaminhou o que seria um discurso pós-impeachment para um grupo de peemedebistas.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.