Polícia Civil realiza novas buscas aos suspeitos de estupro coletivo no RJ

Polícia Civil realiza novas buscas aos suspeitos de estupro coletivo no RJ  
A jovem que denunciou o estupro coletivo ingressou no Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM), um projeto federal intermediado pelo estado
10:04| 31/05/2016
Estupro - RJ

A Polícia Civil realiza, nesta terça-feira (31), novas buscas aos suspeitos de envolvimento no estupro coletivo de uma jovem de 16 anos no Rio.

De acordo com a Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav), quatro pessoas são consideradas foragidas: Marcelo Miranda Correa e Michel Brasil da Silva são suspeitos de divulgar o vídeo do abuso; Raphael Assis Duarte Belo aparece numa foto com a vítima desmaiada; e Sérgio Luiz da Silva Júnior, o Da Russa, apontado como chefe do tráfico no Morro do Barão, na Praça Seca, Zona Oeste da cidade – local onde, segundo denúncia da adolescente, ocorreu a violência sexual.

A jovem que denunciou o estupro coletivo ingressou no Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM), um projeto federal intermediado pelo estado.

“Foi detectada uma ameaça grave (contra a jovem). Estamos muito preocupados com a segurança dela. Estamos ainda na fase emergencial do programa, mas ela já está sob proteção e num local seguro. A inclusão dela (no programa) pode implicar que seja transferida para outro município, estado ou até outro país, de acordo com a gravidade. No caso dela, é provável que vá para outro estado”, explicou a subsecretária de Direitos Humanos, Andrea Sepúlveda.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *