Polícia obriga manifestantes a desocupar prédio de Hong Kong

Polícia obriga manifestantes a desocupar prédio de Hong Kong

| IDNews | Agência Brasil |Toquio|NHK|Conglomerado de Mídia Pública do Japão

Ocupantes tinham ocupado edifício com violência e vandalismo

IDN/Internacional

Depois de 24 horas de ocupação do edifício do Conselho Legislativo, a polícia de Hong Kong interveio, obrigando os manifestantes a sair do prédio. Para entrar no edifício, os manifestantes quebraram vidros. Em seguida, destruíram câmeras de segurança na galeria do plenário e escreveram mensagem políticas nas paredes.

A chefe do poder executivo de Hong Kong, Carrie Lam, convocou a imprensa no início de hoje (2), para criticar a violência e o vandalismo das pessoas que invadiram o prédio do Conselho Legislativo do território. Segundo Lam, a ação dos manifestantes “deve ser seriamente condenada”.

Para expulsar os manifestantes do local, a polícia teve que uktilizar gás lacrimogênio. Autoridades do governo disseram, durante a ação, 59 pessoas ficaram feridas, incluindo policiais.

Os protestos ocorrem justamente durante a celebração dos 22 anos em que o território foi devolvido pelo Reino Unido à China.

Os manifestantes se opõem a um projeto de lei que permitiria que suspeitos em Hong Kong sejam extraditados para a China continental. O descontentamento tem levado milhões de pessoas às ruas nas últimas semanas.

*O editor acrescentou informações ao texto

Edição: José Romildo

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *