Polícia trabalha com nova versão para crime contra ator em SP

Polícia trabalha com nova versão para crime contra ator em SP
Investigação avalia que, talvez, Diogo Cintra não tenha sido assaltado nos momentos que antecederam a agressão

24NOV2017|  7:44 - Investigação   - Foto:  ©Reprodução

A Polícia Civil de São Paulo ainda não identificou os diversos agressores do ator Diogo Cintra, ocorrido em 15 de novembro na área do Terminal Parque Dom Pedro, em São Paulo. Câmeras de segurança do local mostram o momento em o rapaz é perseguido, pede ajuda e recebe a negativa de seguranças e depois é arrastado para fora do terminal, onde se deram as agressões.

 Segundo o jornal Folha de S. Paulo, as investigações não descartam a versão da vítima, de que teria, primeiro, sido assaltada do lado de fora do terminal, e depois perseguida para então ser agredida – a polícia diz não ser comum assaltantes perseguirem vítimas para roubá-las e, diante de uma aglomeração de pessoas, as levarem para determinado local a fim de agredi-las.

Policiais contaram à publicação que a versão final da investigação só será divulgada quando os autores da agressão forem identificados.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *