Prefeitura apresenta planejamento para gestão do Turismo em Araraquara

Prefeitura apresenta planejamento para gestão do Turismo em Araraquara
ABATur questiona a falta de investimentos para infraestrutura turística necessária para se desenvolver o setor

07SET2017|  7:04 - THÉO BRATFISCH

Os vereadores José Carlos Porsani e Elias Chediek, se atentaram na resposta do secretário Damiano Neto aos questionamentos da ABATur.

Na audiência pública na Câmara Municipal, em 6 de setembro, que apresentou o PPA – Plano Plurianual 2018 a 2021, da Secretaria Municipal do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, o presidente da ABATur – Associação de Bueno de Andrada para Cultura e Turismo Rural, criticou a falta de previsão de recursos para investimentos em infraestrutura turística, necessária para qualquer segmentos do setor, se referindo a necessidades básicas, como, sinalização turística, melhorias de acessos, iluminação, entre outros. Lembrou, Théo Bratfisch, como regra geral do Turismo, deve ser seguida a cartilha do Conselho de Turismo do Estado de São Paulo e do Ministério do Turismo e haveria de ter participação do Comtur – Conselho Municipal de Turismo nas discussões desses programas, ações e projetos, mas o referido Conselho está suspenso porque os membros não foram empossados pelo prefeito municipal.

A planilha de despesas da coordenadoria municipal para o Turismo apresenta como seus principais objetivos, tratar o Turismo como política capaz de proporcionar o fortalecimento do município através de ações que agreguem valores aos serviços e produtos, promovendo a sensibilização do setor empresarial e da população, tanto na necessidade de se estabelecer padrões profissionais e culturais, quanto do atendimento das demandas turísticas. Divulgar as potencialidades comerciais e turísticas do município, qualificando e capacitando os profissionais de todos os setores envolvidos, como também, captar recursos para revitalizar os corredores comerciais e o Centro Internacional de Convenções de Araraquara, transformando-o num polo de referência turística da região turística Centro Paulista.

No Plano Diretor de Turismo Municipal elaborado em 2016, considerado mal feito e que precisa ser revisado, estão elencados oito segmentos turísticos em potencial para Araraquara, sendo que o Turismo Rural se estrutura em cadeia produtiva como o segundo segmento turístico que poderá vir a ser o primeiro. A prefeitura considera como a primeira atividade o Turismo de Negócios e Eventos, sendo que esse segmento se encontra sob gestão da Morada Participações S/A, empresa de capital misto, onde a prefeitura possui 51% das ações e o restante pertence a iniciativa privada. Os demais segmentos turísticos se utilizariam de equipamentos próprios públicos como os parques Pinheirinho e o Basalto, que se encontram abandonados.

Para Bratfisch, enquanto o setor turístico não for tratado de maneira profissional, a Morada do Sol continuará sendo mera locadora de espaços públicos, sem critérios para o desenvolvimento sociocultural e econômico sustentável que gera cidadania, trabalho, empregos e renda à população, pelo Turismo. “A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico deveria apresentar soluções para se criar condições atrativas economicamente para o município, ao invés de apenas apresentar despesas operacionais com a manutenção do próprio organograma de primeiro mundo, que até o momento não contempla atender objetivamente as necessidades para se estruturar o mercado turístico em Araraquara”, finalizou, o presidente da ABATur de Bueno de Andrada.

O vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto, respondeu que noutra oportunidade poderia apresentar possíveis soluções estratégicas que visem captar receitas para o município. “O PPA não requer programa para captação de receitas”, encerrou.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *