Prefeitura responde sobre aglomerações na Avenida Bento de Abreu 

Prefeitura responde sobre aglomerações na Avenida Bento de Abreu 

Vereador Lucas Grecco (PSL) questionou medidas tomadas pelo Poder Público diante da multidão reunida no aniversário da cidade


Não é a primeira vez que a Avenida Bento de Abreu registra episódios de aglomeração. Só neste ano, em plena pandemia, foram duas ocasiões: uma após a final da Copa Libertadores da América, em janeiro, e outra, em 22 de agosto, no dia do aniversário da cidade. Logo no dia 23 de agosto, o segundo secretário da Câmara Municipal, vereador Lucas Grecco (PSL), pediu explicações da Prefeitura por meio do Requerimento nº 787/2021. Em setembro, a Prefeitura enviou resposta, manifestando-se sobre o caso.

No documento parlamentar, Grecco questionou as medidas adotadas pelo Poder Executivo para evitar esse tipo de aglomeração. O vereador também perguntou sobre quais ações foram tomadas nos dias de ocorrência, se não seria possível prevenir tais ações com o deslocamento de maior efetivo ao local em datas especiais e se não seria viável aumentar o efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM) na avenida, ao menos aos domingos.

A respeito da aglomeração ocorrida no dia 22 de agosto, a Secretaria Municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública alegou que, como não havia eventos programados em comemoração ao aniversário da cidade, não foi previsto deslocamento de efetivo ao local.

A pasta também informou que, após análise da situação pela Polícia Militar e do número de pessoas no local, foi decidido pela interdição do trânsito. “Nota-se que a instituição tomou tal iniciativa em razão de se evitar risco à segurança do trânsito e à integridade física das pessoas que circulavam pela via pública”, explicou o secretário, coronel João Alberto Nogueira Júnior.

De acordo ainda com Nogueira, após o ocorrido, a Polícia Militar e o Município de Araraquara, por meio da Guarda Civil Municipal e da Fiscalização de Trânsito, desenvolveram ação preventiva nos dias 27, 28 e 29 de agosto. “À Guarda Civil Municipal e à Fiscalização de Trânsito coube o apoio na esfera administrativa relativamente à fiscalização do decreto municipal que impôs medidas restritivas, destinadas à contenção da disseminação do coronavírus e à fiscalização de trânsito, quanto à circulação, parada e estacionamento”.

Questionado pelo parlamentar, Nogueira respondeu não ser possível aumentar o efetivo da Guarda Municipal naquele local. “Considerando as demandas que a Guarda Civil Municipal tem que atender, citando algumas prioridades como a segurança das três UPAs (Unidades de Pronto-Atendimento) e do Cemitério São Bento, dentre outras tantas, não é possível aumentar o efetivo da GCM naquele local”.

| IDNews® | Brasil | Assessoria de Imprensa | Câmara Municipal de Araraquara

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *