Procon-SP alerta sobre preços abusivos de medicamentos no interior de SP

Procon-SP alerta sobre preços abusivos de medicamentos no interior de SP  
Diferença de valor chega a 1207,34%; maior variação ocorreu em Campinas
8:30| 04/06/2016
Procon-SP

A Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, realizou uma pesquisa em 98 farmácias e drogarias de 12 cidades do interior paulista. O medicamento genérico Nimesulida, 100 mg, com 12 comprimidos, foi encontrado em um estabelecimento da cidade de Campinas por R$ 1,77 e em outro, R$ 23,14. A diferença é de 1207,34%, R$ 12,46 em valor absoluto.

Entre os medicamentos de referência, a maior variação também foi em Campinas. O Amoxil (Amoxicilina), 500 mg, 21 cápsulas, da Glaxosmithkline, apresentou variação de 373,17%. O custo variou entre R$ 15,47 e R$ 73,20.

A média dos preços dos genéricos em comparação aos de referência, nos municípios paulistas, teve a maior diferença, 55,86%, detectada em Jundiaí. A menor variação foi encontrada em São José do Rio Preto, 50,18%.

Na cidade de São Paulo, a maior diferença encontrada foi de 1201,13% entre os genéricos e de 348,35% entre os medicamentos de referência. Em média, os genéricos são 57,74% mais baratos do que os de referência.

Dicas
Antes de pesquisar os preços é importante que o consumidor consulte a lista de Preços Máximos (PMC) dos medicamentos disponível no site da Anvisa (www.anvisa.gov.br). A consulta também poderá ser efetuada nas listas de preços que devem estar disponíveis ao consumidor nas farmácias e drogarias.

No ato da compra, o consumidor deve verificar se o prazo de validade, o número do lote e a data de fabricação que constam na caixa do medicamento são iguais aos marcados nas cartelas ou frascos. Além disso, todo medicamento deve possuir o número de registro no Ministério da Saúde. A compra de medicamentos sempre deve ser prescrita pelo médico.

Jose A Santilli
Do Portal do Governo do Estado

IDNews-Usa_Portal

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *