Professor que pedia fotos pornográficas a aluna de 14 anos é indiciado

Professor que pedia fotos pornográficas a aluna de 14 anos é indiciado
O crime foi denunciado pelo pai da vítima ao notar uma mudança comportamental na filha, que teve queda no desempenho escolar

08ABR2017|9h38 – Pedofilia

Um professor de 56 anos foi indiciado pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (7). O docente da rede municipal de Vitória é suspeito de pedir imagens pornográficas de uma aluna de 14 anos. O G1 destaca que a pena pelos crimes pode chegar a 14 anos de reclusão.

O professor e a aluna mantinham conversas em aplicativo de mensagens e o teor dos diálogos evoluiu para cunho sexual e pornográfico, explicou o delegado Lorenzo Pazolini, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.

O laudo pericial comprovou a conduta do suspeito.

O crime foi denunciado pelo pai da vítima ao notar uma mudança comportamental na filha, que teve queda no desempenho escolar.

Embora o professor tenha confessado parcialmente o crime, a delegacia constatou que não havia indícios para prisão preventiva do suspeito, e o inquérito de investigação será encaminhado para a Justiça.

A escola ainda não foi informada oficialmente sobre o caso, e medidas administrativas também podem ser adotadas.

O delegado alerta que a atenção das famílias é muito importante para barrar casos de pedofilia. “As famílias, pais e responsáveis são fundamentais para evitar a ação desses pedófilos. Nós sabemos que havendo diálogo, havendo respeito e havendo, sobretudo, a troca de informações, a chance dessa criança ou adolescente ser vitimada é muito menor”, afirmou.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *