Programa ‘Mais Médicos’ pode acabar, afirma ministro

Programa ‘Mais Médicos’ pode acabar, afirma ministro  
Segundo o ministro da Saúde, a responsabilidade de contratar os profissionais é municipal e não federal
8:22| 22/07/2016
Mais Médicos

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou que o programa Mais Médicos é “provisório” e não deverá permanecer até depois de 2026, quando terminam as metas para formação de novos médicos.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o fim do programa ainda não tem data prevista, mas fez questão de frisar que a responsabilidade de contratar os profissionais do sistema de atenção básica de saúde é municipal e não federal. Atualmente 2.500 municípios dependem exclusivamente do Programa.

DADOS

Ao todo, 18.240 médicos atuam no Mais Médicos, que oferta bolsa de R$ 10 mil a brasileiros e estrangeiros. Destes, 11.429 são cubanos –cerca de 20% deles devem ser substituídos em novembro.Apesas de ser manter flexível com a permanência dos médicos estrangeiros atuando no país, Barros pretende ao médio e longo prazo substituir os profissionais pelos brasileiros.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *