Psicologia é importante para retomar confiança, diz Meirelles

Psicologia é importante para retomar confiança, diz Meirelles
De acordo com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, isso acontecerá quando a população começar a não ter mais medo de perder o emprego

23AGO2017|  10:43 - FOLHAPRESS

Oministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta quarta-feira (23), durante discurso no Congresso Aço Brasil 2017, em Brasília, que a “psicologia” também é importante para a retomada da confiança da população na economia.

 “Algumas pessoas me perguntam: quando é o ‘feel good’ [sentir-se bem, em inglês]? Quando a população vai sentir a melhora? É uma questão um pouco de psicologia, um pouco de realidade”, disse Meirelles.

De acordo com ele, isso acontecerá quando a população começar a não ter mais medo de perder o emprego.”Quando] as pessoas começarem a ver o desemprego caindo, uma percepção de que a economia está melhorando, as empresas contratando, as pessoas começam a perder o medo de perder o emprego. Aquela ideia de que agora tenho uma dose de confiança maior, e isso dá base para a recuperação da economia”, afirmou.

O ministro ainda admitiu, a uma plateia de empresários, que a recuperação econômica “ainda não está totalmente perceptível” nas vendas. “Ainda não está totalmente perceptível nas vendas, no setor, a recuperação. Eu sei, conversei com alguns dos setores antes da abertura do evento”, afirmou Meirelles.

O ministro citou então alguns setores que mostram crescimento nas vendas, como automóveis, vestuário, metalurgia, papel e celulose e informática. “Todos sabemos que o Brasil estava em recessão, a questão é quão longa e profunda foi a recessão. Se olharmos a queda do PIB [Produto Interno Bruto] e a duração de trimestres com queda foi a maior recessão desde que o PIB começou a ser medido, em 1901”, disse.

Ele citou ainda a melhoria no setor de serviços e comércio, a redução do endividamento das empresas e a trajetória de queda dos juros básicos. “Não há dúvidas que os juros no Brasil são elevados, mas não há dúvidas que a trajetória agora é de queda”, disse. Com informações da Folhapress.

 

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *