Renan desiste de apoiar impeachment de Janot

Renan desiste de apoiar impeachment de Janot  
O motivo para tanto rancor e irritação é a ofensiva de Janot contra Renan e outros parlamentares
8:22| 04/07/2016
Senado - Ameaça

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), abandonou a estratégia de ameaçar o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deflagrando um processo de impeachment e decidiu resgatar um projeto de lei que pode atingir a atuação do Ministério Público.

De acordo com a Folha de S. Paulo, após ter feito ataques diretos ao trabalho do procurador e ameaçar com o impedimento, Renan quer definir punições para autoridades que praticarem abusos. O motivo para tanto rancor e irritação é a ofensiva de Janot contra Renan e outros parlamentares.

O peemedebista iniciou a investida contra Janot pouco tempo depois de o Supremo Tribunal Federal ter negado o pedido de sua prisão, feito justamente pelo procurador no âmbito da Operação Lava Jato.

Aliados de Renan, inclusive o presidente interino, Michel Temer, no entanto, o desaconselharam a prosseguir com a ameaça de abrir um processo. Os motivos seriam que os pedidos apresentados são, em sua maioria, fracos juridicamente para sustentar o caso e que um processo como este geraria desgastes para o governo Temer, que teria que gerenciar a acusação de que estaria agindo para interferir no andamento da Lava Jato.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *