Sampaoli diz querer ficar muito tempo no Santos e promete ajudar Cueva

Sampaoli diz querer ficar muito tempo no Santos e promete ajudar Cueva

| IDNews | Estadão Conteúdo|Via Notícias ao Minuto|

O técnico argentino assegurou que está satisfeito e adaptado ao time

IDN/Esportes

As constantes reclamações de Jorge Sampaoli sobre o trabalho da diretoria do Santos e o pedido para retirar a multa para rescisão do contrato provocaram dúvidas sobre a permanência do treinador no clube. O técnico argentino, porém, assegurou nesta sexta-feira que está satisfeito e adaptado à cidade e ao time. E garantiu motivação elevada para cumprir o objetivo esportivo de ser campeão na Vila Belmiro.

Sampaoli só não quis comentar sobre a sua multa rescisória. O assunto foi tema de reunião do treinador com o presidente José Carlos Peres e Paulo Autuori, diretor do departamento de futebol do Santos, no início desta semana. Apenas assegurou que isso não tem relação com o seu desejo de sair ou permanecer no time.

“O tema da multa é algo de contrato e é privado. Estamos solucionando para que não tenhamos problemas. No futebol, nunca se sabe quanto tempo se fica em um clube. Depende de resultado. Quero estar aqui para cumprir o sonho de ser campeão com o Santos para encerrar um ciclo. Se tiver mais tempo para tentar, será melhor. Quero ganhar algo com esse clube. Estou contente a cidade, com meu trabalho e com meu elenco”, afirmou.

A entrevista coletiva de Sampaoli antecedeu o duelo com o Cruzeiro, domingo, no Mineirão, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Embora tenha se mantido na liderança do torneio, o time buscará se reabilitar da derrota para o São Paulo em clássico disputado no último sábado. E o treinador prevê um confronto complicado, especialmente pela chegada do técnico Rogério Ceni ao clube mineiro.

“Não conseguimos pressionar o São Paulo como gostaríamos. Por isso saímos derrotados. Vamos tentar implementar nosso jogo contra o Cruzeiro. Será um jogo muito difícil por conta do estilo de jogo que o Rogério Ceni sugere. Temos que defender uma posição onde todos querem estar. Será um jogo difícil”, disse.

Sampaoli também assegurou não ter “desistido” de Cueva. O meia peruano, contratado a seu pedido no início de 2019, teve atuações apagadas pelo clube, com a diretoria já tendo revelado o interesse em negociá-lo. Mas o treinador prometeu ajudá-lo a recuperar o bom futebol, embora tenha apontado que o drama pessoal do peruano, que sofre com os problemas de saúde da sua filha recém-nascida, afetam o seu desempenho.

“É um jogador importante, que passou por momentos difíceis desde que chegou ao Santos. O que acontece na vida pessoal tem afetado seu desempenho futebolístico. Tem que resolver seus problemas para poder voltar a focar no futebol. Estamos aqui para ajudá-lo. Se puder voltar a jogar bem neste semestre, melhor. Se não, terá de esperar”, comentou.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *