‘Se Moro encontrasse Lula seria normal’

‘Se Moro encontrasse Lula seria normal’
O argumento foi apra tentar justificar o encontro que o juiz teve com o presidente da República, fora da agenda divulgada pelos dois

04JUL2017|  8h41 - ESCONDIDO

O ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e integrante do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que a reunião que teve com o presidente Michel Temer, na terça-feira da semana passada, fora da agenda divulgada pelos dois, foi absolutamente normal.

 Gilmar Mendes disse que conversa entre presidentes do TSE e da República, e não de juiz e investigado, foi para tratar da reforma política. De acordo com o Blog do Noblat, Gilmar Mendes fez questão de dizer que se caso o juiz Sérgio Moro recebesse o ex-presidente Lula e o ex-ministro José Dirceu, isso seria normal.

“Nós estamos discutindo aqui, desde o primeiro dia na minha gestão na presidência (do TSE), a reforma política. Cada vez mais o tempo urge, nós estamos aí com a possibilidade da anualidade, (isso) precisa ser deliberado até setembro (para a reforma política valer já na próxima eleição, em 2018). Agora, também não veria nenhum problema de o juiz Moro receber o presidente Lula ou José Dirceu”, explicou ao Blog do Noblat.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *