Se não resiste ao açúcar, aprenda a livrar-se do vício

Se não resiste ao açúcar, aprenda a livrar-se do vício
Aprenda a fazer o diagnóstico do vício em açúcar

09MAI2017- Lifestyle

Desejar com frequência comer ou beber coisas doces, petiscar entre as refeições, gostar muito de pão, massa ou pizza ou até consumir muita fruta à noite podem ser sinais de uma certa dependência em açúcar, mas há ainda outros, como os sintomas do efeito do açúcar no corpo.

O livro ‘O Plano Detox de Açúcar’, da editora Vogais, revela que além da alimentação, há vários indicadores do vício do açúcar, como alterações de humor e “crises energéticas”, sensação de pressão no abdômen, dificuldade em dormir, estado de ansiedade ou tensão depois de comer, cansaço ou falta de capacidade de concentração depois das refeições ou até desejo de comer laticínios ou amido.

Se com estas indicações já conseguiu fazer o diagnóstico e percebeu que é viciado em açúcar, é tempo de tentar libertar-se do vício. O ‘Plano Detox de Açúcar’ revela que libertar-se do vício não é tão simples como ‘fechar a torneira do açúcar’, pois ao entrar em privação o seu corpo pode ficar em estresse.

Fazer alterações na alimentação – evitando comidas industrializadas e dando preferência aos alimentos naturais e nutritivos -, manter atividades físicas regularmente e até a acupuntura podem ajudar a combater o vício.

O livro ressalta: “Apesar dos sintomas de privação durarem cerca de uma semana, o risco elevado de recorrer ao açúcar para se acalmar mantém-se em quaisquer situações futuras associadas ao estresse. É assim que ocorrem as recaídas.” Ele revela que usar o substituto saudável do açúcar, a galactose (um dos açúcares naturais presentes na lactose e não tem efeitos no metabolismo da insulina), pode ajudar a prevenir e ultrapassar os sintomas de privação e as recaídas.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *