Ser ou não ser? Janaina Paschoal vive dilema a poucas horas da convenção do PSL 

Ser ou não ser? Janaina Paschoal vive dilema a poucas horas da convenção do PSL
   Advogada diz que ainda não tomou decisão sobre convite para ser vice-presidente de Bolsonaro. Antes quer conversar olho no olho com o deputado-capitão, neste domingo, para ver se existe “afinidade para trabalhar junto”

8:08|GAZETA DO POVO/Brasilia |2018JUL22| 

A algumas horas da convenção nacional do Partido Social Liberal (PSL), que tem início às 10 horas deste domingo (22), a advogada do impeachment e professora de Direito Janaina Paschoal vive um dilema. Ela ainda não decidiu se aceitará o convite para ser candidata a vice-presidente na chapa encabeçada por Jair Bolsonaro. Janaina disse à Gazeta do Povo na tarde deste sábado (21) que só irá definir se enfrenta o desafio após uma conversa olho no olho que terá com o pré-candidato momentos antes da convenção, que acontecerá no Rio de Janeiro.

Mesmo que não venha a integrar a chapa, Janaina afirmou que Bolsonaro terá seu apoio incondicional. A advogada, que teve papel preponderante no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), contou que uma coisa é apoiar alguém e outra é estar ao lado. Para isso, diz ela, precisa ter afinidade.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *