Servidores do Sinantrópicos reivindicam melhores condições de trabalho

Servidores do Sinantrópicos reivindicam melhores condições de trabalho
A parlamentar foi até o Parque Pinheirinho e constatou uma realidade conturbada

29SET2017|  7:   -  IMPRENSA CAM - Foto: Câmara Municipal de Araraquara

Os funcionários do setor de controle de vetores da cidade (Sinantrópicos) estão enfrentando dificuldades operacionais para desempenhar suas atividades diárias. Após uma visita ao órgão público, a Vereadora Thainara Faria (PT) observou as dificuldades enfrentadas pelos servidores.

A parlamentar foi até o Parque Pinheirinho e constatou uma realidade conturbada. Os funcionários disseram que estão sem acesso à internet e a itens básicos para a operação, como algodões, máquinas fotográficas para registro dos animais, impressora e computador para mapeamento dos casos. Mesmo assim, os funcionários seguem prestando o serviço.

“Utilizamos um notebook próprio e pagamos a internet com nosso salário. Para imprimir os documentos de que precisamos, pedimos nos outros setores”, disse um funcionário, salientado que a câmera que registra os animais também é de um dos trabalhadores.

Thainara foi convidada a conhecer a pequena sala destinada ao setor, que conta com apenas um móvel que faz parte do patrimônio da Prefeitura. Segundo os servidores, todo o restante foi doado ou recuperado do que seria descartado. “Quando nosso telefone quebrou, compramos outro com nosso próprio dinheiro. É assim que fazemos aqui, queremos trabalhar e damos nosso jeito, mesmo sabendo que não é o correto. Nossa esperança é que o novo prefeito olhe para o nosso setor, que venha conhecer e conversar conosco”, afirmou uma servidora.

“A gente vê que esses profissionais são extremamente dedicados e só estão reivindicando o necessário para melhorar as condições de trabalho e, consequentemente, a prestação de serviços à população”, declara Thainara.

O trabalho realizado pelo controle de vetores é de fiscalização e conscientização. Segundo informações, eram realizados serviços de busca ativa aos sábados. “Retirávamos mais de uma centena de escorpiões por bairro que visitávamos. A população nos conhecia, vinha até nós para tirar dúvidas, pedir para dar uma olhada em algum lugar com grande incidência”, relatou outro servidor. A ação diminuía drasticamente as ocorrências desses animais.

“Vamos levar as demandas do setor de controle de vetores ao Executivo e solicitar atenção especial para esses servidores que estão se esforçando para trabalhar. Quero discutir também a volta das buscas ativas, que beneficiavam muito a cidade”, finalizou a parlamentar.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *