Sessão extraordinária em 01/10/2015 – Votação da “Taxa do Lixo”

A sessão foi tumultuada mais uma vez após manobra da base do governo em convocar sessão extraordinária nesta quinta-feira (01) para decidir o aumento da taxa de resíduos sólidos, a conhecida “taxa do lixo”. A oposição ocupou a tribuna defendendo a não aprovação da taxa, o que iria onerar ainda mais a população, sobretudo a classe mais carente, mas a base mostrou-se irredutível defendendo o prefeito, sendo mais uma vez subservientes, chegando ao cúmulo de parar a sessão ao meio, pedindo 10 minutos de pausa que duraram mais de 3 horas. Os vereadores deixaram o plenário obedecendo uma convocação do secretário de governo Aluízio Braz e desceram para uma reunião a portas fechadas, no segundo momento, os vereadores da base dirigiram-se a prefeitura para conversar com o prefeito irritando a oposição que estava inconformada com essa atitude que claramente dava a entender que os vereadores da base foram “pedir a benção”  ao patrão. No final, os vereadores por unanimidade votaram a favor do adiamento por 3 dias para que pudessem estudar o substitutivo e assim chegar a uma conclusão. O substitutivo tem como base uma taxa social com até 40% de desconto até 20,10 Kg gerados, 20% de desconto para quem gera até 40 Kg de lixo, a exigência é que para ter direito a essa taxa social, o contribuinte deve estar em dia com o DAAE.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *