Thainara Faria – “Mês da Consciência Negra será inesquecível em Araraquara”

Thainara Faria –  “Mês da Consciência Negra será inesquecível em Araraquara”
O coordenador executivo de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiz Fernando Costa de Andrade, sugeriu

20SET2017|  7:56   -  IMPRENSA CAM

Muita gente acha que o penúltimo mês do ano é especial, pois as festas se aproximam e o clima fica diferente. Mas em 2017, o mês onze promete ser muito mais que um novembro azul. Então prepare-se, porque novembro terá mais de 30 dias em 2017.

Articulada e liderada pela vereadora Thainara Faria (PT), aconteceu uma reunião no Plenarinho da Câmara Municipal, na tarde de segunda-feira (18), envolvendo representantes da comunidade, para a discussão das propostas de organização e a programação do mês da Consciência Negra.

O coordenador executivo de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiz Fernando Costa de Andrade, sugeriu uma divisão das atividades em cinco semanas distintas e calcou em quatro eixos a programação.

1 – Promoção e divulgação da cultura afro-brasileira, afro-diaspórica e tradições populares.

2 – Conscientização e educação para as relações étnico-raciais.

3 – Combate ao racismo e à intolerância religiosa.

4 – População negra e questões estruturais: saúde, educação, assistência social, segurança pública, desenvolvimento econômico (emprego e renda).

“Olho para o mês de novembro e vejo o que podemos fazer semana após semana”, afirma Andrade, vislumbrando as possibilidades. “Podemos trabalhar com vídeos de 1 minuto, falando de homens e mulheres que fazem parte da história de luta contra o racismo para a divulgação da cultura afro-brasileira. Sarau literário, sessões de filmes e exposições fotográficas também são ótimas alternativas”, declara.

Foi apresentado um esboço de programação semanal para discussão e sugestões através de brainstorming.

Na semana de 31/10 a 05/11: capoeira, tradições populares, meio ambiente e preservação.

De 07 a 12/011: esporte, lazer, recreação (infância e adolescência)

Dia 20 de novembro: a Marcha da Consciência Negra, como já é tradição e completa 10 anos, e encerramento com um grande show para toda a população.

Na semana de 21 a 26/11: atividades abordando saúde e corpo, gênero e diversidade.

De 28/11 a 02/12: estática, representação e comunicação. Dia 20 de dezembro, seria o fechamento com chave de ouro com a comemoração do Dia do Samba.

Aberta a palavra aos integrantes da reunião, a comunidade representada recheou essas propostas com sugestões reais.

Cada um em sua área se dispôs a ajudar e colocar a mão na massa para que o mês da Consciência Negra de 2017 tenha uma programação que chegue à população de todas as regiões da cidade.

Segundo Thainara, “as pessoas apresentaram muita ideia boa que pode ser aproveitada e certamente colocada em prática, e pelo que vimos é o que vai acontecer. Fiquei muito satisfeita com o resultado da reunião e com a disposição de todos no sentido de colaborar para que novembro seja um mês inesquecível em todos os aspectos”. Também participou da reunião a assessora de Políticas LGBT, Filipe Brunelli.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *