Três militares do Exército morrem em treinamento em Barueri

Três militares do Exército morrem em treinamento em Barueri
Um Inquérito Policial Militar será instaurado para apurar as causas das mortes

25ABR2017| 10h57 - Exército

Um treinamento no quartel do Grupo Bandeirante, em Barueri, região metropolitana de São Paulo, terminou em tragédia na tarde desta segunda-feira (24). Três soldados morreram durante uma atividade em um lago da região. A mãe de uma das vítimas, Vitor Costa Ferreira, de 18 anos, disse que o filho pensou em desistir do exército.

“Ele estava lá havia mais ou menos dois meses. Até então, no começo, foi muito rígido o tratamento com ele, muito rígido que por um momento ele queria desistir e muitas coisas aconteceram ali. Mas, por algum momento, ele falou da última vez que falei com ele sobre esse assunto, ele disse que queria seguir carreira, que ele queria ter um futuro brilhante”, lamenta a mãe.

No episódio, o Corpo de bombeiros foi acionado por volta das 17h20. As vítimas entre 18 e 19 anos foram socorridas, mas não resistiram aos ferimentos.

De acordo com o G1, havia no total 154 recrutas no treinamento. Os recrutas estavam divididos em equipes e usavam mapas e bússolas para achar o caminho traçado pelos instrutores. Segundo a corporação, os soldados não deveriam ter feito a rota pelo lago.

“Nesta orientação, o soldado recebe uma espécie de mapa, a gente chama de carta e ele tem que percorrer alguns pontos com a bússola, de modo que ele consiga se orientar no terreno. Por algum motivo, essa equipe, e temos que apurar ainda, essa equipe de quatro ou caiu e entrou no lago e infelizmente três militares vieram a se afogar”, relatou o coronel Igor Boechat, oficial de comunicação social do exército.

O Exército afirmou que só vai divulgar a identidade das vítimas após comunicar familiares dos soldados oficialmente. Conforme nota do Comando Militar do Sudeste, um inquérito será instaurado para investigar o ocorrido.

“Os militares estavam em instrução militar e participavam de atividade prevista no treinamento de combatente básico”, disse em nota o Comando Militar do Sudeste.

Um inquérito policial militar será instaurado para apurar as causas das mortes. De acordo com o Exército, os nomes das vítimas serão divulgados à imprensa após as famílias serem comunicadas.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.