Turismo rural paulista acessível

Turismo rural paulista acessível
Associação Paulista de Turismo Rural participa da Comissão de Acessibilidade do Conturesp

21JUL2017|  8:31 - THÉO BRATFISCH

A Associação Paulista de Turismo Rural participa da Comissão de Acessibilidade do Conturesp – Conselho de Turismo do Estado de São Paulo.

Os critérios e parâmetros que serão avaliados nas instalações para a concessão do Selo de Acessibilidade seguem a Norma Brasileira de Acessibilidade a Edificações, Mobiliário, Espaços e Equipamentos Urbanos – ABNT NBR 9050 – disponível na internet, que estabelece todos os itens de acessibilidade arquitetônica.

O Selo de Acessibilidade é obrigatório para alguns mobiliários em função de sua lotação e uso, sendo indicativo de qualidade e diferencial da construção, que comprova a preocupação com a inclusão de todos os cidadãos. Para tanto, será necessário que as estruturas voltadas ao transporte, hospedagem, comunicação, segurança, gastronomia, saúde, entretenimento e comércio em geral, entre outras, estejam preparadas para atender a tanta gente.

A outorga do Selo de Acessibilidade poderá ser solicitada por construções que já possuam o Certificado de Acessibilidade, item obrigatório para edificações construídas antes de 1993 e necessário para a requisição ou renovação da licença para o funcionamento ao público ou adequação em acessibilidade, seja por iniciativa dos proprietários ou dos responsáveis pelo estabelecimento. Será necessário o encaminhamento de uma solicitação aos órgãos competentes, que farão uma vistoria no local em questão. Em breve serão divulgadas as normas técnicas para as adequações.

O município paulista de Socorro é referência nacional em turismo acessível, pelo cuidado com a cidade e a atenção com a acessibilidade de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, inclusive, com os idosos, crianças e gestantes. Praticamente todos os pontos e equipamentos turísticos da cidade foram ou estão sendo adaptados para permitir o acesso de pessoas que, usualmente, não poderiam participar das atividades ou visitar os atrativos.

Pioneiros, o Conselho de Turismo do Estado de São Paulo e a ABIH – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis-SP, estão convencidos da adoção do conceito internacional de Desenho Universal na execução dos projetos de novas edificações. Com a aplicação das normas de acessibilidade da ABNT, apontadas pela legislação, para adequação das situações já consolidadas da rede hoteleira, é possível tornar natural e economicamente viável a implantação de políticas empresariais voltadas ao respeito à diversidade humana que permitam a inclusão econômica e social das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida nas diversas modalidades do setor de Turismo.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *