Ubatuba é eleita a melhor região brasileira para visitar

De todos os lugares no Brasil, existe um que merece a atenção especial dos turistas em 2016. A Costa Verde, como é chamado o trecho que vai do sul do estado do Rio de Janeiro ao norte de São Paulo, foi listada como uma das regiões imperdíveis para se conhecer no próximo ano.

A Costa Verde abrange os municípios de Mangaratiba, Angra dos Reis, Itaguaí e Paraty, todos no estado do Rio de Janeiro; além de Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião e Ilhabela, no estado de São Paulo.

Com oito baías e duas mil praias, sendo boa parte deserta e bem preservada, Angra dos Reis é um dos destinos mais procurados no litoral fluminense

Angra dos Reis tem 365 ilhas.
A maior das ilhas é também a que merece mais destaque. Ilha Grande tem 193km² de exuberante Mata Atlântica e costa repleta de penínsulas e praias, sendo uma mais linda que a outra.

Com três quilômetros de extensão, a praia de Lopes Mendes é apontada como uma das mais bonitas do mundo. Suas ondas também atraem muitos surfistas.

Importante porto do século 17, Paraty segue com o seu centro histórico preservado, mas não deixa de ser atrativo com passeios em carruagens ou a pé durante o dia, os passeios de barcos e escunas levam a praias e ilhas paradisíacas.
A noite o movimento não para com seus bares charmosos.

Para quem quiser dar um tempo da praia, uma opção é visitar o Parque Nacional Serra da Bocaina. Criado para formar um cinturão verde em volta das usinas nucleares de Angra, o local abriga extensa biodiversidade e muitas belezas naturais, como a Cachoeira do Isidro mostrada na imagem.

em Ubatuba o paraíso torna-se realidade com mais de 100 praias, ilhas, trilhas, cachoeiras, nascentes e riachos com aguas cristalinas, os prédios históricos fazem os visitantes viajar no tempo e a tradição se mantém ainda com as tribos indígenas, os quilombolas e vilas caiçaras.

Dos mais de 700 km² de área do município de Ubatuba, 83% estão localizadas dentro do Parque Estadual Serra do Mar, o que justifica a grande presença de Mata Atlântica, como nas praias do Lázaro e Domingos Dias.

Ilhas e praias fazem de Ubatuba um dos pontos mais bonitos da costa brasileira
Não é preciso ir muito longe para encontrar cenários dignos de pôster de agência de turismo. Descendo a serra, quem visita Ubatuba, no litoral Norte de São Paulo, tem essa certeza. Num capricho da natureza, a ilha é um dos locais mais bonitos de nossa costa. Com tantas opções, é possível encontrar uma praia tranquila mesmo em pleno verão, onde ninguém precisa ficar colado ao guarda-sol do vizinho por falta de espaço.

O inverno reserva dias especiais, com céu azul e sol mais ameno, quase não há chuva e com as melhores ondas do ano. É nessa época que Ubatuba sedia importantes etapas de campeonatos do surf mundial. Aliás, nunca é demais lembrar: em dias de mar bravo é preciso atenção às correntezas, pois o mar pode ser traiçoeiro. Quem vem com a família pode relaxar, há muitas praias com enseadas calmas e sem ondas, diversão garantida para a criançada. É só escolher a preferida.

O passeio de escuna à Ilha Anchieta é clássico. Lá é possível visitar as ruínas do antigo presídio, desativado em 1952 após uma rebelião. Entre celas e pavilhões, um pequeno museu conta um pouco da história da ilha e sua colônia penal. Caminhos bem sinalizados levam às pequenas e quase intocadas praias do sul e do leste. Suas águas cristalinas e cheias de vida marinha são um convite ao mergulho. Outras ilhas também são disputadas por praticantes do snorkeling e mergulho livre pela excelente visibilidade, entre elas Vitória, das Couves, e Tamanduá.

A Mata Atlântica segue preservada em cerca de 80% dos municípios, que integram o Parque Estadual da Serra do Mar, criado em 1977. Trilhas aguardam quem esteja disposto a contemplar fauna e flora com direito a refrescantes banhos de cachoeira e não raro, na companhia de pássaros como o Tié-Sangue e Sete-Cores. Há mesmo agências com roteiros especializados na observação de pássaros.

Além dos atrativos naturais, a região conta com infra-estrutura necessária para um turismo confortável. Avenidas largas a beira-mar, calçadões e ciclovias ao longo da orla, agradam moradores e visitantes. Diversas opções de hospedagem são oferecidas, mas o melhor é reservar com antecedência no caso de feriados e temporada.

Cortada pelo rio Ubatumirim, a extensa praia do Estaleiro, em Ubatuba, mantém praticamente intocada sua vegetação nativa.

Apesar do porto de São Sebastião, localizado na parte sul, ser pouco turístico, um dos grandes charmes da cidade está na badalada praia de Maresias

Já para quem prefere mais tranquilidade, a Praia das Cigarras é uma opção. Programa para ir com a família, ela é cercada por um condomínio residencial e está repleta de árvores, que complementam o visual que mistura água cristalina e areia grossa e clara

Uma das mais bem estruturadas praias da região, a Barra do Una encanta principalmente no ponto em que as águas do rio Una encontram o mar

As cachoeiras também são uma das atrações de São Sebastião. A Ribeirão de Itu, em Boiçucanga, é acessada após o visitante percorrer uma trilha de 40 minutos em meio à Mata Atlântica

Divulgação Em Ubatuba

 

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

7 comentários em “Ubatuba é eleita a melhor região brasileira para visitar

  • 23 de dezembro de 2015 em 17:23
    Permalink

    Prezado Beto Fortunato. Excelente a sua matéria. Ubatuba realmente é um paraíso. Gostaria por favor de saber que instituto elegeu a Ubatuba como a melhor região para se visitar. Isso daria uma credibilidade incrível para a matéria. Saudações.

    Resposta
  • 12 de dezembro de 2015 em 23:29
    Permalink

    Beto
    Parabéns, belíssima matéria. Como poucos , você expressou sobre a raridade encontrada em Ubatuba e em toda essa região da Costa Verde.

    Resposta
    • 13 de dezembro de 2015 em 08:19
      Permalink

      Bom dia Vânia e obrigado.
      Mas a matéria não é minha, foi enviada por uma colaboradora e é bem legal sim, esclarecedora além de divulgar um dos locais mais bonitos do Brasil, e o objetivo é incrementar o turismo interno.

      Resposta
  • 11 de dezembro de 2015 em 11:18
    Permalink

    Saudações!
    Qual a sua fonte? Qual o instituto ou organizações que realizaram essa escolha?

    Resposta
  • 11 de dezembro de 2015 em 09:50
    Permalink

    Ótima reportagem! Só alerto para o fato de que hoje em dia não se usa mais a palavra “tribo” e sim comunidades, aldeias ou povos. Quando falamos em elementos tribais, automaticamente nos colocamos em uma posição de maior evolução do que das populações designadas. E o que vemos atualmente no Brasil é a intensa necessidade de aprendermos cada vez mais com os povos tradicionais, na contramão do “pseudo desenvolvimento” tecnológico e industrial. Se tratando de Ubatuba, é importante também lembrar que as comunidades tradicionais que resistem aqui estão passando por um triste processo de perder seus territórios para a especulação imobiliária e para o turismo que só quer sol, praia e cerveja e que pouco olha para as manifestações culturais que lutam para permanecer nesse território. http://fundart.com.br/tradicao/comunidades/caicara/

    Resposta
    • 11 de dezembro de 2015 em 10:38
      Permalink

      Vanessa querida, muito obrigado pelo comentário e informações.
      Volte sempre.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *