Valor da cesta básica reflete tendência de redução da inflação

Valor da cesta básica reflete tendência de redução da inflação
No primeiro semestre de 2017, houve queda nos produtos em Araraquara, principalmente nos itens de alimentação

 11JUL2017|  16:13 - FERNANDA STELLA CAVICHIA

Pesquisa realizada pelo Núcleo de Economia do Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara (Sincomercio) mostra que no primeiro semestre de 2017 o valor total da cesta básica araraquarense teve queda de 0,37%, puxada principalmente pelo setor de alimentação. O levantamento é realizado a partir da coleta de preços semanal em nove supermercados localizados em regiões distintas da cidade.

De acordo com a economista do Sincomercio, Délis Magalhães, o resultado confirma a tendência de desaceleração da inflação nacional. Apesar das oscilações mensais em alguns produtos, o custo total da cesta tem se mantido estável neste ano. “O resultado é positivo, considerando que os consumidores ainda permanecem com o orçamento apertado e voltado para a compra de bens básicos, principalmente alimentação. Essa desaceleração dos preços acaba fazendo a diferença nas contas ao final do mês, melhorando o poder aquisitivo das famílias araraquarenses”, afirma.

Segundo dados da pesquisa, o setor de alimentação teve uma redução de 0,54%. Os três principais produtos que levaram a essa queda foram: salsicha, óleo de soja e a carne de primeira (contrafilé). Alguns itens tiveram alta nos preços, pressionando o valor da cesta, como o feijão, batata e alho. Já os hortifrútis sofrem muitas oscilações durante o ano, pois são afetados por mudanças climáticas, produtividade e preços internacionais. O valor dos produtos de higiene pessoal também apresentou queda de 0,91%. Já nos itens de limpeza doméstica, houve aumento de 2,25%.

Comparativo anual

Comparando o primeiro semestre de 2017 com o mesmo período de 2016, houve um aumento de 2,83% no valor da cesta básica araraquarense, de R$ 525,23 para R$ 540,11. O setor de limpeza doméstica teve o maior aumento (5,21%), seguido pela alimentação (2,73%) e higiene pessoal (2,03%).

Para a economista, essa variação anual é normal, uma vez que os preços dos bens se reajustam, assim como os salários. “O importante é notar que essa elevação não deve ser superior aos reajustes de salário e à inflação para não afetar o poder de compra do consumidor. O aumento anual da cesta básica araraquarense foi moderado e ficou em uma taxa inferior à meta de inflação brasileira (4,25%), representando um sinal positivo”, analisa Délis.

Em relação às principais variações em produtos entre 2016 e 2017, o destaque foi para a queda nos preços de hortifrútis, principalmente batata e cebola, e também no preço do feijão carioquinha, que foi considerado um dos vilões da inflação no ano passado. “A desaceleração no preço desses produtos é essencial, uma vez que, por serem muito característicos da alimentação do brasileiro, acabam tendo um efeito grande no bolso das famílias”, explica a economista. Outros produtos importantes tiveram aumento nesse período, como café, farinha de mandioca e leite em pó.

A pesquisa do Núcleo de Economia do Sincomercio também registra o aumento de 15,69% na cesta entre 2015 e 2016, considerando o primeiro semestre em ambos os anos. “Esse foi um período de extrema alta nos preços, também puxada pelos problemas climáticos que afetaram a agricultura no país em 2016. As melhores perspectivas de safra para 2017 refletem numa trajetória controlada dos preços dos alimentos”, destaca Délis.

Cesta Básica – variação semestral (2017)

   GRUPO jan/17 fev/17 mar/17 abr/17 mai/17 jun/17
ALIMENTAÇÃO 426,70 411,72 415,55 421,39 423,67 424,39
LIMPEZA DOMESTICA 43,80 43,33 43,70 44,75 44,80 44,79
HIGIENE PESSOAL 75,33 74,95 75,87 75,52 75,74 74,65
CESTA BÁSICA 545,84 530,00 535,12 541,66 544,20 543,82

 Cesta Básica – comparação semestral (2017/2016)

Serviço

Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara (Sincomercio)

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *