Vereadores de Araraquara pedem explicações ao DAAE

 

Os vereadores de Araraquara pedem explicações aos responsáveis pelo Departamento Autônomo de Água e Esgoto DAAE sobre a tragédia ocorrida na semana passada, onde o reservatório de água rompeu causando inúmeros prejuízos financeiros  às casas do “em torno” , além de várias pessoas com problemas graves de saúde devido a ingestão de cloro e duas vítimas fatais, uma senhora de 81 anos de idade e sua sobrinha de 58 anos.

O vereador Dr. Luis Claudio Lapena Barreto arguiu um dos responsáveis pelo DAAE, o engenheiro Alexandre Coan Pierri que na maioria dos quesitos ou ficou em dúvida ou não soube responder, veja a entrevista em vídeo

Vereador Dr. Luis Claudio Lapena Barreto

  1. Dá uma explanação geral sobre os efeitos do cloro , comenta que as pessoas foram resgatadas por diversos serviços de socorro e as vítimas em número aproximado de 30 pessoas intoxicadas e foram levadas aos diversos hospitais da cidade.
  2. Disse que o feito do cloro é tão forte que pode ser usado como arma química para extermínio em massa.
    1. Pergunta ao engenheiro Alexandre Coan Pierre com que frequência esses reservatórios foram avaliados pelos engenheiros
    2. Os técnicos da segurança do trabalho emitiram algum laudo sobre a segurança do local?
    3. Foi uma fatalidade, mas pode tr ocorrido por falta de fiscalização ou manutenção disse o vereador ao engenheiro.
    4. O que precisa ser feito nos reservatórios mais antigos para que não ocorra nova tragédia?
    5. Quantas vistorias foram feitas de fevereiro de 2014 , depois de emitidos os laudos até a data do acidente?
    6. Pergunta sobre o alambrado.
    7. O que podemos esperar da autarquia para que não ocorra mais acidentes, já que o DAAE não tem aporte financeiro e que no mês próximo passado já foi dado um aumento substancioso na Taxa de Resíduos Sólidos, conhecida como TAXA DO LIXO.

RESPOSTAS DO ENGENHEIRO ALEXANDRE COAN PIERRE

  • Disse que realmente foi uma fatalidade o ocorrido, mas que existe fiscalização.
  • Disse que a inspeção feita é visual e mensal.
  • Afirma que não pode prejudicar o abastecimento de água parando o reservatório para inspeção.

Da Redação

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *