Vereadores e Polícia Militar dialogam sobre policiamento e segurança pública

Vereadores e Polícia Militar dialogam sobre policiamento e segurança pública

Vários assuntos foram levantados em reunião na Câmara


O comando da Polícia Militar da região de Araraquara, a convite do presidente da Câmara, vereador Aluisio Boi (MDB), e do vereador Edson Hel (Cidadania), participou, na tarde desta quarta-feira (28), de uma reunião com um grupo de vereadores, quando foram abordados vários assuntos relacionados ao policiamento e segurança pública, de forma geral. O encontro aconteceu no gabinete da presidência e contou, ainda, com a presença dos vereadores Rafael de Angeli (PSDB), Lucas Grecco (PSL), Emanoel Sponton (Progressistas), Marchese da Rádio (Patriota) e Luna Meyer (PDT).

O comandante do 13º BPM/I, tenente coronel PM Luiz Sérgio Mussolini Filho, se colocou à disposição para responder aos questionamentos dos parlamentares e esclarecer sobre as atribuições da Polícia Militar e sua competência.

A princípio, o que gerou a reunião foi a proposta de articulação de uma ação de acolhimento a cidadãos em situação de vulnerabilidade, que sofrem violência por parte de pessoas de má índole infiltradas e envolvidas com a criminalidade. Mussolini, o comandante da 1ª Cia de Policiamento, Capitão Coelho, e o comandante da 3ª Cia, Capitão Braga, informaram que, apesar não ser da atribuição da PM, periodicamente, a polícia faz incursões em vários locais, faz fotos e encaminha um relatório com todos os dados à Secretaria Municipal da Assistência e Desenvolvimento Social, para que sejam feitos os encaminhamentos, visando evitar problemas futuros. A partir de agora também será encaminhada uma cópia para a presidência da Câmara, para que todos os vereadores tomem ciência concomitantemente.

Os vereadores solicitaram informações sobre o Programa de Vigilância Solidária e sobre procedimento em casos de perturbação de sossego público. Para a PM, os moradores que se unem para participar da segurança do bairro prestam um grande serviço à comunidade e esse trabalho preventivo ajuda muito a polícia. No tocante às ocorrências de perturbação ao sossego público, a informação passada é que, apesar de as prioridades serem homicídios, furtos e roubos, por exemplo, a polícia vai atender ao chamado e passa as orientações. O comandante ressaltou que precisa ter ‘perturbado’ e ‘perturbador’ e na maioria dos casos o solicitante não aparece e, assim, não há vítima.

Um assunto bastante debatido foi a Atividade Delegada, o convênio entre a Prefeitura e o Governo do Estado de São Paulo para que PMs reforcem o policiamento na cidade durante suas folgas. A intenção dos vereadores é contribuir para dobrar o número de viaturas e efetivo nas ruas. A proposta é apresentar uma emenda coletiva no orçamento do Município, a ser executado no próximo ano, assinada por todos os vereadores. “Essa união da Câmara, Polícia Militar e Prefeitura certamente vai melhorar a segurança da cidade. Trata-se também de mais economia para o erário, pois viaturas, armamento, fardamento e tudo o mais fica por conta da PM. Podemos ajudar também em uma solicitação do comando do 13º Batalhão, que é cobertura da quadra, que está se deteriorando. Vamos trabalhar para viabilizar esse pedido e entregar um recinto onde podem ser realizados eventos, como as formaturas do Proerd”, destacou Boi.

Assim como os vereadores, o tenente coronel Mussolini classificou a reunião como bastante produtiva, e colocou o quartel à disposição do Legislativo. “As portas do batalhão estão abertas a todos os vereadores e nem precisa marcar hora”, disse.

| IDNews® | Brasil | Assessoria de Imprensa | Câmara Municipal de Araraquara

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *