Zé Maria ordena o assassinato de Tóia. ‘Tremenda X9’

Zé Maria (Tony Ramos) decide matar Tóia (Vanessa Giácomo) por temer que a jovem descubra quem é seu pai, nos próximos capítulos da novela ‘A Regra do Jogo

‘Não precisa matar. Ela não ameaça a gente em nada!’, pede Romero (Alexandre Nero), nos próximos capítulos da trama das nove

Depois da morte do pai de Tóia (Vanessa Giácomo), Zé Maria (Tony Ramos) decide se livrar da mocinha, nos próximos capítulos da novela “A Regra do Jogo”. O fugitivo a essa altura já terá sido ainda o culpado peo assassinato de Paturi (Glicério do Rosário).

O pai de Juliano (Cauã Reymond) resolve pela morte da promoter quando recebe ligação de Orlando (Eduardo Moscovis). Na conversa, o ex-marido de Lara (Carolina Dieckmann) conta que Tóia esteve na casa dos Stewart. “Mas o que ela foi fazer aí?”, questiona Zé. “Veio falar pro Dante (Marco Pigossi) que encontrou com o Juliano no Morro e que a Belisa (Bruna Linzmeyer) deve estar com ele”, explica Orlando, para ira do fugitivo. “Tremenda X9 essa garota”, esbraveja o vilão, alvo de ameaça por parte do próprio filho.

Na conversa, Orlando alerta Zé que Tóia está prestes a descobrir de quem é filha. “Você devia ter matado todo mundo naquele ônibus!”, opina o traficante. “Você sabe que não mato crianças”, responde o bandido, mas Orlando alerta: “É, mas um dia essas crianças crescem e resolvem se vingar dos assassinos do pais, Zé Maria”.

‘Não quero que sofra muito’, pede o fugitivo

Novo líder da facção criminosa, o pai de Juliano tenta acalmar Orlando. “O nosso irmão Noé tá aqui na minha frente pronto pra dar um jeito na Tóia. Não é, Noé?”, questiona o vilão. “Eu fico mais tranquilo, Zé. Agora eu tô chegando aqui pra resolver uma outra parada, depois a gente fala. Vitória na guerra, irmão!”, responde Orlando, desligando o telefone. Em seguida, Zé se vira para o comparsa, mostrando uma foto da promoter.

“Noé, você vai fazer o serviço nessa moça aqui. Prestou atenção?”, pergunta. “Serviço completo?”, indaga Noé. “Não quero que a garota sofra muito. Entendeu bem?”, pede Zé, também responsável pelo assassinato de Faustini (Ricardo Pereira). “Deixa comigo, patrão”, finaliza Noé, olhando fixamente para a foto de Tóia.

‘Não precisa matar’, diz Romero

Dias depois, Zé Maria bota Romero (Alexandre Nero) contra a parede. “Já decidiu? Vai deixar a Tóia morrer sozinha ou vai querer pagar de herói e morrer junto com ela? Na boa, não é uma escolha muito difícil, né? Morrer ou viver. Além do mais, bancar o herói nunca foi muito a sua praia”. Atena, então, intervém, mas o ex-vereador praticamente implora pela morte da jovem.

“Não precisa matar a Tóia! Ela nunca vai descobrir a história da patente! Ela não ameaça a gente em nada! E depois, pensa no seu filho, Zé Maria! A Tóia é a mulher que ele ama! Se ainda tem alguma chance de você e o Juliano fazerem as pazes, essa chance acaba no minuto que você matar ela!”, diz Romero, antes de levar um soco do fugitivo.

“Ela é uma ameaça que só vai crescer! O destino dela já tá selado. Ela morre! Noé, desce e fica esperando a moça lá na rua”, determina o fugitivo, enquanto Noé também saca um revólver. “A gente espera aqui, na miúda! Nem um pio, fui claro?!”, finaliza Zé.

Guilherme Guidorizzi

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *