Comunidade brasileira em Portugal diminui

Comunidade brasileira em Portugal diminui
Contudo, há imigrantes que não aparecem nas estatísticas

30JUL2017|  6:23 - MIGRAÇÃO

Dados divulgados pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) de Portugal, órgão responsável pela imigração no país, revelaram que o número de brasileiros com visto de residência encolheu nos últimos anos. Mesmo sendo a maior comunidade de estrangeiros no país – com 20,4% do total –, de 2010 a 2016 houve uma queda de 38.112 brasileiros residindo em Portugal, representando uma queda de 31,9 %.

A quantidade de imigrantes em Portugal, no entanto, voltou a crescer no ano passado após seis quedas consecutivas. Este crescimento foi impulsionado por cidadãos de outros países da União Europeia.

Contudo, na contramão das estatísticas, há um número elevado de brasileiros em Portugal que não é contabilizado, como é o caso dos que têm cidadania portuguesa ou de outro país membro da União Europeia, que não precisa de visto para residir em Portugal.

Como cita a “Folha de S. Paulo”, a quantidade de brasileiros que obteve cidadania portuguesa saltou. Desde 2010, foram quase 90 mil. O Consulado-Geral de Portugal em São Paulo é o que mais emite cidadanias portuguesas no mundo. Em 2016, foram 7.413 novos portugueses, 20,3 cidadanias concedidas por dia. O número representa um aumento de 231% em relação a 2005, quando foram emitidas 2.235 nacionalidades.

Outros imigrantes que não aparecem nas estatísticas são os que estão com a situação ilegal. Segundo o relatório, o número de brasileiros barrados nos aeroportos portugueses quase dobrou em 2016, em comparação com o ano anterior.

Após mudanças nas leis de imigração em Portugal, uma das formas mais populares de regularização, que era por meio de um contrato de trabalho, não é mais viável, deixando um grande número de trabalhadores em situação irregular.

O perfil de brasileiro que se muda para Portugal mudou. Segundo o levantamento, chegam cada vez mais profissionais qualificados. A procura de imóveis de alto padrão no país por estas pessoas é um bom indicativo. Em setembro do ano passado, os brasileiros se tornaram a terceira nacionalidade que mais compra imóveis em Portugal, segundo dados da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *