Edna e Coca defendem políticas públicas para geração de empregos

Edna e Coca defendem políticas públicas para geração de empregos
Muitas famílias são afetadas e também existe a falta de oportunidades para os jovens que querem ingressar no mercado

11:55| 25/08/2016
José A Santilli

A socióloga Edna Martins, candidata a prefeita, e o engenheiro Coca Ferraz, candidato a vice-prefeito pela Coligação Nossa Morada, defendem propostas para geração de emprego e renda para a cidade, as quais constam no programa de governo construído ouvindo as pessoas por toda a cidade e com a participação de todos os setores da sociedade.

Neste momento de desequilíbrio da economia, já são 13 milhões de desempregados no Brasil. “Em Araraquara, muitas famílias são afetadas e também existe a falta de oportunidades para os jovens que querem ingressar no mercado”, avalia Coca Ferraz. “Devemos fazer com que a Araraquara se torne uma cidade empreendedora, colocando a riqueza gerada a serviço da melhoria das condições de vida da população. Nosso governo irá apoiar os trabalhadores, desempregados ou empregados, os que querem entrar no mercado de trabalho ou mudar de profissão com cursos de qualificação e investimento na ampliação de vagas de trabalho em Araraquara,” destaca Edna.

Edna e Coca vão trabalhar em parceria com o governador Geraldo Alckmin visando atrair novos investimentos para o município. “Também é preciso apoiar as empresas já instaladas na cidade. Vamos criar um Conselho de Empreendedores Municipais com vistas a aprimorar a relação do poder público com as empresas e empreendedores locais e à construção de uma pauta de trabalho que desburocratize procedimentos, sendo criada uma agenda municipal/regional de desenvolvimento para ampliar mercados”, afirma Edna.

Uma das prioridades de Edna e Coca será a implantação de um Parque Tecnológico, em parceria com entidades acadêmicas, governo estadual e fontes de fomento internacionais. “Estamos às portas da quarta Revolução Industrial, caracterizada pela conectividade dos aparelhos, as comunicações móveis, as redes sociais e a inteligência artificial. E com o Parque Tecnológico vamos potencializar a inserção de Araraquara neste novo momento da economia mundial. Para que isso aconteça, será necessário também promover parcerias para a qualificação profissional dos nossos jovens para que sejam preparados para este novo mercado de trabalho,” declara Edna.

Edna e Coca defendem também outras propostas para a geração de empregos e renda:

– Estimular a criação de pólos de empreendimentos da economia criativa – propaganda, artesanato, design, moda, filme e vídeo, software, edição, jogos de computador – no centro e nos bairros, visando gerar empregos.

– Apoiar o desenvolvimento do setor de software.

– Estabelecer parcerias com os sindicatos empresariais e de trabalhadores, universidades, sistema S (SENAI, SESI, SENAC e SESC), governos estadual e federal com o intuito de qualificar e requalificar os trabalhadores, especialmente nas novas profissões e tecnologias do futuro.

– Ampliar a incubadora de empresas. Contribuir para a criação e formalização de microempresas e microempreendedores individuais.

– Aumentar a participação das micro e pequenas empresas da cidade no leque de aquisição de materiais e serviços por parte da Prefeitura visando estimular a economia local e a geração de empregos.

– Estimular a inclusão de pessoas deficientes no mercado de trabalho público e privado.

– Incentivar e apoiar a produção e o comércio artesanal como uma das opções à geração de trabalho, emprego e renda e combate ao desemprego.

IDNews-Usa_Portal

 

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.