Motorista de Uber é morto por engano ao transportar ex-presidiário

Motorista de Uber é morto por engano ao transportar ex-presidiário
“O homem que morreu não tinha envolvimento com nenhum crime”, declarou a delegada

 05MAR2017| 9:18
 Del. Cleide Ângelo

Um motorista do aplicativo Uber foi assassinado por engano a tiros, na tarde deste sábado (4). O condutor transportava um ex-presidiário, que seria alvo dos disparos, em frente à estação do metrô, no bairro da Mangueira, Zona Oeste do Recife.

Segundo a delegada Gleide Ângelo, o passageiro, que havia sido solto no último dia 17, é acusado de vários crimes. Ele foi atingido no pé e no tórax e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), nos Torreões. Em seguida, levado para o Hospital da Restauração, na área central da capital, onde passa por cirurgia.

“O homem que morreu não tinha envolvimento com nenhum crime”, declarou a delegada, em entrevista ao G1, acrescentando que foram disparados mais de 20 tiros. Ela ainda ressaltou que um dos vidros do veículo ficou marcado por, pelo menos, 12 tiros. No local do crime, testemunhas preferiram não falar com a imprensa. As câmera de segurança da região foram solicitadas para ajudar a localizar os suspeitos. “Vamos tentar localizar e tentar encontrar placas dos carros nos vídeos”, disse.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *