Bancos, produtoras e construtoras financiam Instituto Lula

Bancos, produtoras e construtoras financiam Instituto Lula, a assessoria do Instituto afirma ser uma associação sem fins lucrativos, que tem despesas nas suas atividades

Na lista das 23 empresas que doaram R$ 34,9 milhões ao Instituto Lula, no período de 2011 a 2014, constam grandes construtoras envolvidas na Lava Jato, bancos, universidades e produtoras de cinema, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo. As informações foram obtidas após quebra de sigilo do instuto, que foi anexada a inquérito da Lava Jato que agora encontra-se no Supremo Tribunal Federal (STF).

Ainda segundo o jornal, as maiores empreiteiras estão nos primeiros lugares em doações. Empresas como a Brasif, acusada de realizar pagamento à ex-amante do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o grupo Objetivo/Unip (Universidade Paulista), também fez doações expressivas.

A Paic Participações, do empresário Abílio Diniz, contribuiu com R$ 2 milhões. Outra doadora foi a Fundação Brava, idealizada por Carlos Alberto Sicupira, um dos donos da Ambev e um dos brasileiros mais ricos na lista da revista “Forbes”.

A assessoria do Instituto afirma ser uma associação sem fins lucrativos, que tem despesas nas suas atividades e que a imprensa não divulga seus projetos e somente se concentra em suas finanças. Lula, por sua vez, afirma que não procura empresas para que elas façam doações e que isso fica a cargo do setor financeiro da entidade.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *