Centro Afro recebe atividades para discutir a periferia

Centro Afro recebe atividades para discutir a periferia
De iniciativa do vereador Edio Lopes, evento envolveu Centro Afro, Secretaria de Cultura, Fundart e grupo de pesquisas da UFSCar

12JUN2017|  9h42 - IMPRENSA CAM

Buscando trazer a periferia à tona, o Centro de Referência Afro “Mestre Jorge” foi palco de diversas atividades na noite desta sexta-feira (09). O evento estava programado para acontecer no Residencial dos Oitis, no Jardim Iguatemi, na região do Cecap, mas com a mudança do tempo o evento foi transferido para o Centro Afro.

Através da música, Bia Ferreira levou muitas informações para as crianças do bairro presentes, como a história de Nelson Mandela, primeiro presidente negro da África do Sul, e a luta contra o apartheid. “Precisamos discutir quais são as necessidades do povo do gueto, por que as informações não chegam para essas pessoas. Nossa ideia aqui é fazer com que esse acesso seja igual para todos, e a música tem esse poder de chegar a lugares onde o resto não chega”, enfatizou.

Após o diálogo e a interação com a artista, as crianças puderam se divertir e dançar também com uma oficina de break do professor Ricardo Leão.

Para o vereador Edio Lopes (PT), autor da iniciativa, em uma parceria envolvendo Centro Afro, Secretaria Municipal de Cultura, Fundação de Arte e Cultura de Araraquara (Fundart) e um grupo de pesquisas da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), esse tipo de debate foi uma experiência nova para o Centro e deve ser feito sempre.

“Foi importante trazermos uma artista que realmente conhece a periferia, que expressa o grito de quem é excluído na periferia. Fizemos uma provocação. Tenho certeza de que as crianças e todos que estiveram aqui compreenderam a mensagem dela”, destacou o parlamentar.

Fotos: https://flic.kr/s/aHskWQHKUh

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *