Eagles se vingam de Tom Brady e vencem pela 1º vez o Super Bowl

Eagles se vingam de Tom Brady e vencem pela 1º vez o Super Bowl
Os Eagles voaram desde o começo, como pediu a torcida do time que compareceu em número muito superior aos fãs dos Patriots, em Minneapolis

05JFEV2018|  7:01 - NFL  - Foto:  © Getty Images

O roteiro parece ter sido escrito em Hollywood, mas os grandes autores da histórica vitória dos Eagles, da Filadélfia, sobre os Patriots, no Super Bowl 52 por 41 a 33, em Minneapolis, não são atores, e sim o quarterback Nick Foles e o treinador Doug Pederson. Ambos presentes pela primeira vez no grande jogo.

Nos 13 anos que se passaram desde a última vez que as duas equipes se enfrentaram no Super Bowl, os Patriots acumularam dois títulos, e os Eagles sequer chegaram à decisão. Tom Brady, então um quarterback em acessão, se tornou um dos maiores da história. Mas na madrugada desta segunda (5), os torcedores dos Eagles puderam finalmente se sentir vingados.

A vitória também coloca fim ao jejum e a fama de vice-campeão. Além da derrota para o próprio Patriots, em 2005, os Eagles haviam ficado com o vice-campeonato em 1981, quando perderam para o Oakland Raiders.

O quarterback Nick Foles, que era reserva até dezembro, quando o titular Carson Wentz se machucou, fez um jogo seguro, com lançamentos longos e precisos e até marcou o seu próprio touchdown. Já Pederson não desistiu do ataque agressivo, mesmo na decisão.

Os Eagles voaram desde o começo, como pediu a torcida do time que compareceu em número muito superior aos fãs dos Patriots, em Minneapolis, Minnesota, no meio-oeste americano.

Os mais entusiasmados tinham um boné com uma grande águia e que batia as asas sozinha.

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *