Estupradores ofereceram dinheiro para vítima não denunciar crime

Estupradores ofereceram dinheiro para vítima não denunciar crime    
Menina de 21 anos foi abusada por quatro rapazes em Sigefredo Pacheco, no Piauí
8:22| 17/06/2016
Piauí

A menina de 21 anos que foi vítima de um estupro coletivo em Sigefredo Pacheco, cidade que fica a 160 km de Teresina, no Piauí, contou que dois dos quatro estupradores a procuraram para oferecer dinheiro a fim de que ela não denunciasse o crime.
“Ofereceram dinheiro para eu não levar adiante. Disseram que eu podia pedir a quantia que quisesse para não denunciar”, disse a moça, em entrevista ao G1.

Os criminosos ainda gravaram em vídeo o abuso sexual. No vídeo, compartilhado pelo WhatsApp, é possível identificar pelo rosto dois homens. Até o momento ninguém foi preso. A vítima, que fora dopada pelos homens, não quis ver as imagens e disse que ficou com vergonha de sair na rua.

O estupro coletivo aconteceu no dia 3 de junho, mas a denúncia na polícia só aconteceu 11 dias depois, pois a primeira delegacia procurada pela vítima não possuía escrivão. A investigação teve início na terça-feira (14).

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *