Governo avalia que sociedade ‘não abraçou’ processo contra Dilma

Governo avalia que sociedade ‘não abraçou’ processo contra Dilma. Conclusão foi tirada a partir das manifestações mais esvaziadas realizadas ontem.

Publicamente, os ministros do governo Dilma adotaram um tom “em cima do muro” na avaliação aos protestos mais esvaziados de ontem (domingo, 13). Edinho Silva, da Secretaria de Comunicação Social, por exemplo, disse apenas que as manifestações ocorreram dentro da “normalidade de um país democrático”.

Nos bastidores, porém, o governo chegou à conclusão de que a sociedade “ainda não abraçou o impeachment”, e que há espaço para convencer a opinião pública de que o impedimento da presidente Dilma não possui respaldo jurídico.

Pelos lados da oposição, segundo o jornal O Globo, o discurso foi o de que o número menor de pessoas nas manifestações, na comparação com as realizadas anteriormente, já era previsto. E que elas serviram para pressionar os deputados federais de cada região sobre a suposta necessidade do impeachment.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, não comentou as manifestações. Cunha foi questionado, porém, sobre o fato de o post em seu Twitter quando da aceitação ao pedido de impeachment (“Atendendo ao pedido das ruas, o deputado Eduardo Cunha acolheu o pedido de impeachment de @dilmabr”) ter sido apagado. “Nem vi quando postaram, e nem (sei) por que apagaram, se é que apagaram”, disse ao Globo, referindo-se à equipe que cuida de seu perfil na rede social.

Notícias em Minuto

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *