Governo do Rio Grande do Sul confirma segundo caso de varíola dos macacos

O homem, que tem 34 anos e mora em Porto Alegre, teria sido infectado em viagem à Europa.


A secretaria estadual de saúde do Rio Grande do Sul confirmou em suas redes sociais que um segundo paciente testou positivo para a varíola dos macacos no Estado.

O homem, que tem 34 anos e mora em Porto Alegre, teria sido infectado em viagem à Europa. O caso foi confirmado laboratorialmente pelo Instituto Adolf Lutz, na capital paulista. De acordo com a secretaria, ele segue em acompanhamento médico, apresenta quadro clínico estável, sem complicações e todos que tiveram contato direto com ele estão sendo monitorados por agentes de saúde de forma preventiva.

Esse é o segundo caso da doença no Estado. Um homem que mora em Portugal e estava em viagem a Porto Alegre foi diagnosticado no último dia 12. Os dois casos da doença confirmados até agora no estado são considerados casos importados por serem em pessoas com histórico recente de viagem a outros países e não há no momento registro de outros casos considerados suspeitos no estado.

Com mais esse diagnóstico, no momento, o Brasil registra sete casos confirmados da doença, além dos quatro de São Paulo e um no Rio de Janeiro, e outros 13 estão em investigação, de acordo com a pasta.

No mundo

O primeiro caso europeu foi confirmado em 7 de maio em um indivíduo que retornou à Inglaterra da Nigéria, onde a varíola dos macacos é endêmica. Desde então, países da Europa, assim como Estados Unidos, Canadá e Austrália, confirmaram casos. Ao menos 1,5 mil casos já foram confirmados.

| IDNews® |Estadão Conteúdo | NMBR |Brasil|

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.