Instituto SerDiferente reivindica a criação de Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência

Instituto SerDiferente reivindica a criação de Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência
Pedido de apoio foi feito aos Vereadores da Câmara Municipal de Araraquara, na Sessão Ordinária de terça-feira

19JUL2017|  8:38 - IMPRENSA CAM

Representantes do Instituto SerDiferente apresentaram aos Vereadores, na Tribuna Popular da Sessão Ordinária de terça-feira, dia 18, uma proposta de criação da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida. O argumento de Victor Afonso Galati e Orlando Galati é dar representatividade ao coletivo de deficientes da cidade que, segundo estatísticas da entidade é de cerca de 40 mil pessoas. Outros números apresentados por Orlando, que é deficiente, mostram que 93% dos atuais cadeirantes não nasceram cadeirantes; e destes, 16% são miseráveis e muitos deles ainda têm benefícios negados.

“Dará a oportunidade de decidir junto com o Executivo as demandas dos deficientes da cidade. Ajudar o Prefeito dizendo a ele qual é o caminho e apontando onde estão os recursos dos programas existentes”, afirmou Galati, dizendo ainda que nos últimos anos a cidade tem avançado na questão, com o surgimento de entidades representativas e medidas que melhoraram a acessibilidade, como as rampas nas calçadas, o transporte coletivo adaptado e outros. Porém, assegura que é possível avançar mais, principalmente no atendimento à demanda por medicamentos, órteses e próteses, cadeiras de rodas, muletas e outros.

 Quem sofre tem pressa

A criação da secretaria daria a oportunidade de conseguir recursos para os programas necessários para contemplar as necessidades dos deficientes. “Quem sofre tem pressa”, disse, ao demonstrar a dificuldade do portador de deficiência, seja ela auditiva, física, intelectual, visual ou múltipla, ou ainda aquele que precisa de ajuda jurídica para conseguir o benefício que tem direito e que, invariavelmente, segundo ele, precisa de muita luta para ser obtido.

A secretaria contemplaria também o envelhecimento da população, que faz surgir a necessidade por programas que combatam a redução da mobilidade da pessoa, que passa a necessitar de fisioterapia, atividades físicas e medicamentos, como atenção às suas necessidades. Galati comentou ainda que a entidade tem demanda por diversas atividades, como o balé em cadeira de rodas, o basquete adaptado e outras.

Sessão Cidadã

Galati é um dos inscritos para participação na Sessão Cidadã, do dia 27 de julho, às 18 horas, quando apresentará formalmente a proposta de criação da secretaria, que, sendo aprovada pelos Vereadores, será transformada em indicação, para que o Executivo atenda ao pedido. Durante a semana que antecedeu a participação na Tribuna Popular, Galati procurou todos os gabinetes e conversou com os Vereadores, apresentando a proposta de criação da Secretaria e mostrando as necessidades dos deficientes.

Fotos em: https://flic.kr/s/aHskZYHHKe

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *