Investigadores da Lava Jato estão preocupados com a opinião pública

Investigadores da Lava Jato estão preocupados com a opinião pública, mesmo afirmando segurança jurídica, a Operação Mãos Limpas, da Itália, foi lembrada

Os investigadores da Lava Jato estão preocupados com a possibilidade de que a opinião pública se fixe na ideia de que houve abuso de poder pela força tarefa, após a reação dos apoiadores de Lula em relação à condução coercitiva do ex-presidente. Mesmo se dizendo seguros juridicamente, um integrante lembrou que o argumento de abuso de poder foi utilizado para atacar a Operação Mãos Limpas, na Itália, à medida que as investigações avançaram na cadeia de comando do esquema.

Para o Ministério Público, é crucial ter o apoio da opinião pública para que a operação cause mudanças estruturais e as punições ocorram. Os aliados do vice-presidente Michel Temer afirmam já não ser possível afastar o debate sobre um eventual distanciamento do governo, durante a convenção do PMDB, no próximo fim de semana. Segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, os interlocutores do vice recordam que a maior característica da sigla não é o governismo, mas o instinto de sobrevivência. Porém um rompimento formal ainda não está em pauta.

Se reunirão, na terça-feira (8), senadores da oposição a fim de discutir uma posição sobre Delcídio do Amaral e a tendência é que fechem posição a favor de sua cassação. De acordo com a coluna, o Instituto Lula já se preparava há dias para uma batida policial. Funcionários e advogados passaram a se revezar para chegar mais cedo, por volta das 5h da manhã, no local.

A Frente Brasil Popular, que reúne mais de 60 movimentos, incluindo a CMP, contabilizou atos pró-Lula em 1.210 cidades na sexta (4). A meta é repetir o feito nos dias 8, 18 e 31 deste mês, quando ocorrerão novas manifestações. Ao passo que corriam os atos de apoio ao ex-presidente, pessoas entravam da sede do PT, em São Paulo e perguntavam como se filiar ao partido.

Servidores da Receita dizem que muitos colocaram o “pé no chão” diante dos últimos acontecimentos, mas ainda há dúvida se a proposta de aumento salarial será aceita. O Ministério do Planejamento aguarda resposta na quarta (9).

Um dos maiores banqueiros do país tem dito, de forma repetida, que não tardará para que os problemas financeiros dos bancos apareçam, visto que as instituições estão tendo de fazer provisionamentos bilionários para estancar futuros prejuízos.

Noticias

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor - Câmera -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *