Número de mortes civis na Ucrânia pode ser “muito maior”, diz a ONU

 

Segundo a chefe da missão de monitoramento de direitos humanos da ONU, o número de mortos na Ucrânia são “são milhares mais altos do que os números que demos atualmente”


Milhares de civis foram mortos na Ucrânia desde o início da guerra e os números são maiores do que se estima atualmente, segundo a chefe da missão de monitoramento de direitos humanos da ONU no país. Numa coletiva de imprensa na manhã esta terça-feira Matilda Bogner, informou que o número de pessoas mortas é muito maior que o número dado até agora de 3.381 mortos.

“Estamos trabalhando em estimativas, mas tudo o que posso dizer por enquanto é que são milhares mais altos do que os números que demos atualmente“, disse a representante em Genebra.

“O grande buraco negro é realmente Mariupol, onde tem sido difícil para nós acessar totalmente e obter informações totalmente confirmadas”, acrescentou.

Além do elevado número de mortos, a ofensiva militar que se iniciou no dia 24 de fevereiro, causou a fuga de mais de 13 milhões de pessoas, das quais mais de 5,5 milhões para fora do país, de acordo com os mais recentes dados da ONU.

| IDNews® |Via NMBR |Brasil|

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.