Pais da criança morta por jacaré não devem ser indiciados pela polícia

Pais da criança morta por jacaré não devem ser indiciados pela polícia    
Não há nada neste caso que indique que tenha ocorrido algo extraordinário em termos de negligência
7:42| 17/06/2016
Acidente com crocodilo

Melissa e Matt Graves, pais de Lane Graves, garoto de 2 anos que foi morto por um jacaré em um lago de um resort no complexo da Disney, na Flórida, na terça-feira (14), não devem ser indiciados pela tragédia, segundo informou o xerife do condado de Orange, Jerry Demings.

Não há nada neste caso que indique que tenha ocorrido algo extraordinário em termos de negligência”, disse a autoridade à agência de notícias “Associated Press”, reforçando que a polícia investiga a Disney em relação à ausência de placas indicativas para a presença de jacarés na área. No lago, há apenas sinalizações pedindo para que o público não nade nas águas.

Um representante da empresa, em anonimato, afirma que a política de sinalização dos parques será “revista”, conforme aponta o Extra.

O People for Equal Treatment of Animals (PETA) criticou a Disney depois da morte de quatro jacarés durante as buscas pelo menino. Para a instituição, os animais estavam apenas “fazendo o que é natural para eles”.

A presidente da PETA, Ingrid Newkirk, afirmou ao jornal britânico “Mirror” que o parque deveria ter colocado avisos. “A Disney, sabendo que havia jacarés na água, deveria ter instalado sinais de alerta porque não é novidade que os jacarés são predadores naturais. Agora, uma criança e quatro jacarés, que estavam fazendo apenas o é natural para eles, pagaram com suas vidas”.

Na terça-feira à noite, às 21h16m, Lane Graves, de 2 anos, estava na beirada de um lago no Disney’s Grand Floridian Resort & Spa perto de Orlando, na Flórida, com o pai, quando foi atacado por um jacaré. De acordo com a polícia, o pai tentou desesperadamente salvar o menino, mas não conseguiu. A mãe também entrou na água, mas o animal foi mais rápido que o casal.

Noticias

 

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *