Policiais fazem varredura no apartamento do militar preso com cocaína

Policiais fazem varredura no apartamento do militar preso com cocaína

| IDNews |Via Metrópoles|Brasília|Vinicius Santa Rosa e Juliana Barbosa

Segundo vizinhos, os investigadores chegaram no imóvel ocupado por Manoel Rodrigues entre 11h e 12h e foram embora sem falar com ninguém

IDN/Polícia

a tarde dessa segunda feira (01/07/2019), a Polícia Civil e militares da Força Aérea Brasileira (FAB), acompanhados por cães farejadores, fizeram uma varredura no apartamento funcional do sargento Manoel Silva Rodrigues, na Quadra 414 da Asa Sul, Bloco K, em Brasília (DF). Rodrigues foi preso, na última terça-feira (25/06/2019), após ser pego pelas autoridades espanholas com 39 kg de cocaína, ao desembarcar no aeroporto de Sevilha.

Segundo relatos da vizinhança, os policiais e os militares que foram vistoriar o apartamento chegaram entre 11h e 12h e saíram depois das 15h. Chegaram e foram embora da residência sem falar com ninguém do prédio.

Um militar que mora no mesmo local e não quis de identificar informou que as pessoas não estão querendo falar sobre o assunto, pois acreditam que outros moradores possam também estar sob investigação.

Um vizinho afirmou que Rodrigues sempre foi uma pessoa muito tranquila, que não esbanjava. “Amava os filhos e nunca levantou suspeita de nada. O que mais parece para todos do prédio é que a droga havia sido plantada, pois ninguém imaginava que isso poderia estar acontecendo”, disse.

Outro morador, também sob a condição de anonimato, informou que só conhecia o sargento de vista, pois quem ocupava o apartamento funcional era a ex-mulher e os filhos.

Um bombeiro militar que chegava no prédio também estava surpreso com as notícias. Ele acredita que [o transporte da droga] deve ter sido um momento de fraqueza do sargento. “Eu gostava dele. Era um cara muito família, um pai presente. Ele jamais iria jogar uma carreira na lama por nada”.

O bombeiro comentou ainda que “seria muita tolice da parte dele fazer isso” e continuou: “Ainda mais ele, que veio do Nordeste e conseguiu, pela profissão na Aeronáutica, fazer carreira lá dentro. Fez cursos para poder crescer e é uma pessoa de família simples, tinha uma ficha militar verificada por entrevistas e acompanhamento psicológico e emocional para verificar como andava a vida pessoal dele. Quando teve a seleção, ele ainda vivia com a esposa e o casal de filhos”.

“Um cara brincalhão, amigo, muito simples e reservado”, ressaltou o bombeiro, enfatizando que Rodrigues nunca foi uma pessoa violenta.

Motos e carro
Metrópoles ainda apurou que o sargento Manoel Silva Rodrigues é proprietário de uma pequena frota de veículos, cujos valores, somados, chegam a aproximadamente R$ 80 mil, de acordo com a tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

O militar havia quitado as prestações de uma moto Honda PCX 150, ano 2014/2015, e ainda tem alienados uma moto Honda NX 750 X, ano 2018/2018, e um automóvel Chevrolet Cruze LTZ, ano 2012/2012

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *