Receitas para amar a Dieta Paleolítica

A Dieta Paleolítica, também conhecida como dieta Paleo, promete redução grande de peso em pouco tempo, e atualmente, é o que a maior parte das pessoas querem. Se você achou o nome dela estranho, saiba que é isso mesmo o que você está pensando: uma dieta das cavernas.

Dicas para manter a dieta no ambiente de trabalho
10 alimentos antioxidantes para incluir na dieta
20 receitas integrais para você incluir na dieta

Essa dieta é caracterizada por uma alimentação com base em proteínas, parte do princípio de como viviam os homens da caverna, com uma alta ingestão de carnes, já que a base alimentar era da caça e da coleta e não existiam produtos industrializados como hoje em dia.

A dieta paleolítica tem restrições?

Como em qualquer dieta restritiva, é preciso ter cautela. Segundo a nutricionista Maria Fernanda Vischi D´Ottavio, do Clinic Check-up HCor (Hospital do Coração), aumentar o consumo de carnes no dia a dia, sem pensar se a carne tem alto teor de gordura, pode impactar sobre o aumento de colesterol, por exemplo. Ainda segundo a especialista, dietas com altos valores proteicos estão associadas ao aumento de ácido úrico e sobrecarga renal.

A redução de peso na dieta paleolítica é devido ao estado metabólico chamado de cetose. A partir dos carboidratos fornecemos glicose ao corpo, que é a nossa maior fonte energética, faltando energia o organismo busca outra via metabólica para suprir essa necessidade, que é a degradação de gorduras formando corpos cetônicos, que também são fontes energéticas.

Seria muito simples eliminar a gordura dessa maneira, porém há armazenamento de glicose no músculo e no fígado, exatamente para consumirmos em situações de jejum prolongado ou redução de carboidratos. Neste processo de utilização dos estoques de glicose é liberado água, pois a glicose retém água para ser armazenada no músculo e no fígado, por isso no inicio a dieta paleolítica promove uma grande redução de peso, mas não decorrente da gordura, e sim da água.

Posso aderir à dieta paleolítica com saúde?

Sim, basta ter um acompanhamento de um profissional e não cometer exageros. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a ingestão de no máximo 30% de proteínas no dia, por isso um consumo “à vontade” de carnes não é aconselhável.

Panquecas de banana, com geleia de frutas vermelhas

Depois de consultar um especialista, você pode saborear algumas das receitinhas paleo sem medo e com saúde, confira!

Ingredientes
2 bananas
3 ovos
1 fava de baunilha (inteira)
3 colheres de sopa de farinha de coco
1 colher de chá de Essência de Baunilha (opcional, para realçar o gosto)
¼ de colher de chá de bicarbonato de sódio (opcional, para melhorar a textura)
1 pitada de sal marinho
Manteiga sem sal
Canela em pó (a gosto)
Geleia
1 xícara de frutas vermelhas (morango, framboesa, amoras, etc.)
2 colheres de sopa de mel
1 colher de chá de cravos-da-índia (opcional)

Modo de Preparo
Panquecas: Coloque as bananas na batedeira, adicione os ovos, e misture. Corte a Fava de Baunilha ao meio (longitudinalmente) e raspe seu interior retirando as minúsculas sementinhas e adicione na tigela, junto da farinha de coco, do extrato de baunilha, do bicarbonato, da canela e do sal, e bata por mais alguns segundos. Aqueça uma frigideira grande e plana, unte-a com manteiga sem sal, despeje a massa e espalhe-a com uma espátula – não exagere no tamanho ou ficarão cruas por dentro. Cozinhe-as até que comecem a borbulhar, e vire-as para cozinhar do outro lado. Ao cozinhar as panquecas você pode fazer a geleia. Geleia: Corte as frutas de sua escolha em pedaços menores (para facilitar o cozimento). Coloque-as em uma panela pequena, junto do cravo, e aqueça em fogo baixo até que as frutas comecem a amolecer. Adicione o mel e mexa, até borbulhar. Empilhe suas panquecas e despeje a geleia por cima.

Guia da semana

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *