Três pessoas morrem após tiros na porta de boate no Rio

O autor dos tiros conseguiu fugir e não havia sido identificado até a publicação desta reportagem


Três pessoas foram mortas a tiros na porta de uma boate no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio, na madrugada desta quinta-feira, 20. O autor dos tiros conseguiu fugir e não havia sido identificado até a publicação desta reportagem.

Eram mais de 4h e o público saía da boate Zero1 Lounge, na Avenida Guilherme de Almeida, quando o crime ocorreu. Testemunhas contaram à polícia que um carro passou pela frente do estabelecimento comercial e disparou vários tiros. Gabriel José Maggio Afonso morreu na hora. Conforme as testemunhas, ele tinha saído da boate e estava com a namorada, Natasha Nunes Fernandes, que também foi baleada. Ela chegou a ser levada ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca (zona oeste), mas também morreu.

A terceira vítima dos tiros é o policial militar Fábio Jansen dos Santos, que também foi socorrido e morreu no hospital Lourenço Jorge.

O veículo de onde partiram os tiros conseguiu fugir e não havia sido identificado, até a publicação deste texto.

A delegacia de homicídios da capital investiga o caso. Peritos recolheram no local do crime cápsulas de fuzil e pistola.

| IDNews® |Estadão Conteúdo | NMBR |Brasil|

About Beto Fortunato
Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Beto Fortunato

Jornalista - Diretor de TV - Editor -Cinegrafista - MTB: 44493-SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.